VLT tem custo abaixo do anunciado, afirma Riva

O sistema Veículo Leve sobre Trilhos, o VLT, tem custo abaixo do anunciado, é ágil e capaz de destravar o caótico trânsito da Capital. Foi o que assegurou nesta terça-feira,dia 3, o presidente da Assembléia Legislativa, deputado José Rivfa (PP), ao descaracterizar a campanha do BRT como sendo mais viável para Cuiabá. O parlamentar acompanhou …

03/05/2011 20:41



O sistema Veículo Leve sobre Trilhos, o VLT, tem custo abaixo do anunciado, é ágil e capaz de destravar o caótico trânsito da Capital. Foi o que assegurou nesta terça-feira,dia 3, o presidente da Assembléia Legislativa, deputado José Rivfa (PP), ao descaracterizar a campanha do BRT como sendo mais viável para Cuiabá. O parlamentar acompanhou o governador Silval Barbosa e o presidente da Agência Executiva de Projetos da Copa do Pantanal, Eder Moraes, em viagem a Europa, para conhecer o sistema em todas as suas etapas. “É bem diferente do que se propagou” – disse em seu twitter.

“Considerando o custo e o tempo de implantação, a eficiência, o preço da passagem, o menor número de desapropriações e a agilidade no funcionamento, não tenho dúvida que o VLT é o mais viável” – afirmou o parlamentar em seu microblog. Riva se diz defensor de um sistema ágil e moderno como principal obra de mobilidade urbana de Cuiabá para a Copa do Mundo de 2014.

Riva diz que o sistema mais eficiente para atender a demanda do trânsito de Cuiabá e Várzea Grande, inclusive, após a Copa do Mundo de 2014. No metrô do Porto, a comitiva mato-grossense conheceu um sistema com muitas intervenções subterrâneas. “Foi interessante ouvir o quanto o VLT diminuiu o número de veículo trafegando pela cidade”, explica Riva, acrescentando que também foram construídos diversos estacionamentos com preços acessíveis para usuários do VLT.

Outra vantagem do VLT em relação ao Bus Rapid Trasint (BRT) é que permite acoplagem de acordo com o aumento populacional. “Vai sendo adequado com aumento de carros sem maiores despesas. Com o BRT não dá para fazer o mesmo”. Contudo, Riva pontua que o BRT pode ser muito útil se instalado, por exemplo, na Avenida Miguel Sutil para transportar os passageiros até a estação do VLT, que deverá ser o sistema troncal passando pelo Centro de Cuiabá.

Ele explanou que Cuiabá ainda tem tempo para implantar o sistema sobre trilhos. Cita que em Portugal, o VLT foi construído para adequar a cidade para a Eurocopa de 2004, sendo inaugurado apenas 20 dias antes do evento. “Temos como e podemos fazer o mesmo!” – ponderou.

A comitiva – que também contou com as presenças dos deputados Guilherme Maluf (PSDB) e Sérgio Ricardo (PR) – se reuniu com empresários do setor, no último fim de semana, junto com o governador e presidente da Agecopa.

Riva retorna nesta terça-feira a Cuiabá para participar de mais uma reunião do Colégio de Líderes, às 15 horas, e da sessão ordinária, quando fará um pronunciamento sobre a viagem a Europa.

Fonte: Copa do Pantanal