Comunidade gay do Brasil celebra novos direitos, igrejas contestam

A comunidade gay brasileira comemorou a aprovação da união de facto entre casais homossexuais pelo Supremo Tribunal Federal (STF), na quinta-feira, mas muitos setores da sociedade, como as igrejas, não concordam com a decisão, divulgou hoje a imprensa local. O STF brasileiro aprovou por unanimidade a união de facto entre casais homossexuais conferindo-lhes assim os …

06/05/2011 09:59



A comunidade gay brasileira comemorou a aprovação da união de facto entre casais homossexuais pelo Supremo Tribunal Federal (STF), na quinta-feira, mas muitos setores da sociedade, como as igrejas, não concordam com a decisão, divulgou hoje a imprensa local.

O STF brasileiro aprovou por unanimidade a união de facto entre casais homossexuais conferindo-lhes assim os mesmos direitos dos casais heterossexuais.

A Agência Brasil referiu que o ministro Carlos Ayres Britto, relator da ação que resultou na equiparação dos direitos ao dos casais homossexuais com os casais heterossexuais, disse que partir de agora “todos os direitos dos heterossexuais valem para os homossexuais. A equiparação é completa”.

Fonte: Hostednews