Planos de saúde têm recorde de beneficiários

O Brasil fechou 2010 com 45.570.031 beneficiários de planos de saúde, registrando o maior crescimento anual desde o início da publicação do Caderno de Informações da Saúde Suplementar, feito pela Agência Nacional de Saúde (ANS). A alta foi de 8,7%, isto é, exatos 3.646.392 possuidores de planos a mais, em relação aos 12 meses anteriores. …

09/05/2011 11:51



O Brasil fechou 2010 com 45.570.031 beneficiários de planos de saúde, registrando o maior crescimento anual desde o início da publicação do Caderno de Informações da Saúde Suplementar, feito pela Agência Nacional de Saúde (ANS).

A alta foi de 8,7%, isto é, exatos 3.646.392 possuidores de planos a mais, em relação aos 12 meses anteriores. O resultado é consequência da boa fase da economia brasileira, que cresceu 7,5% no ano em questão e apresentou menor taxa de desemprego, 5,4%, medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A participação dos planos coletivos saltou de 72,5% em dezembro de 2009, para 74,2% em dezembro de 2010. O setor de atividade com maior número de beneficiários é a indústria (extrativas e de transformação, eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduo e descontaminação e construção), com 29,6% dos beneficiários de planos coletivos.

Os planos individuais, por outro lado, tiveram sua participação reduzida no mercado nacional, passando de 21,7% para 20,9%.[2]

A maioria dos beneficiários de planos de saúde fazem parte da população economicamente ativa e tem entre 19 e 59 anos (63%). Esta foi a faixa com maior crescimento acumulado no período entre 2005 e 2010 (33%). Outra faixa que vem registrando crescimento gradativo é a dos beneficiários com 59 anos ou mais: 31,3% nestes 5 anos. Esta é uma tendência, devido ao envelhecimento natural da população brasileira.

Fonte:SEGS