Líder da Al Qaeda no Iêmen ameaça, diz que pior está por vir

O chefe do braço da Al Qaeda no Iêmen prometeu continuar lutando após a morte de Osama bin Ladem. Ele afirmou, em comunicado divulgado na Internet nesta quarta-feira, que “o que vem pela frente é maior e pior”. “Vocês têm de combater uma geração após a outra, até que sua vida esteja arruinada, seus dias …

11/05/2011 09:27



O chefe do braço da Al Qaeda no Iêmen prometeu continuar lutando após a morte de Osama bin Ladem. Ele afirmou, em comunicado divulgado na Internet nesta quarta-feira, que “o que vem pela frente é maior e pior”.

“Vocês têm de combater uma geração após a outra, até que sua vida esteja arruinada, seus dias estejam perturbados e vocês enfrentem a desgraça. A luta entre nós e vocês não era liderada somente por Osama”, disse Nasser al-Wuhayshi, em mensagem aos inimigos da Al Qaeda.

“O que vem pela frente é maior e pior, e o que vocês enfrentarão é mais intenso e nocivo”, disse o líder da Al Qaeda na Península Arábica (AQAP, na sigla em inglês).

A AQAP é vista como um dos braços regionais mais violentos da Al Qaeda. O grupo já tentou vários ataques contra alvos dos Estados Unidos e da Arábia Saudita.

Forças dos EUA mataram Bin Laden em operação no esconderijo em que ele estava no Paquistão na semana passada, após quase 10 anos de caçada pelo principal mentos dos ataques de 11 de setembro de 2001.

Fonte:Reuters