Uva pode ser aliada no combate ao câncer

Apreciada pelos deuses e humanos, símbolo de Baco, fonte do vinho, a uva, além de fruta deliciosa, é reconhecida por suas propriedades medicinais, podendo inclusive prevenir o câncer, segundo uma pesquisa norte-americana. Usada desde a antiguidade para combater febres e angina, na cultura chinesa, ainda hoje, também é recomendada para fortalecer a imunidade e estimular …

12/05/2011 08:54



Apreciada pelos deuses e humanos, símbolo de Baco, fonte do vinho, a uva, além de fruta deliciosa, é reconhecida por suas propriedades medicinais, podendo inclusive prevenir o câncer, segundo uma pesquisa norte-americana. Usada desde a antiguidade para combater febres e angina, na cultura chinesa, ainda hoje, também é recomendada para fortalecer a imunidade e estimular a sexualidade. Rica em carboidratos e vitaminas B e C, contém também magnésio, potássio, cálcio, fósforo, cobre e iodo. Mas, para a nutricionista catarinense Agatha Meier, a uva não precisa ser apreciada somente in natura.

Os polifenóis, substâncias encontradas na casca das uvas vermelhas, roxas, nos sucos (de preferência orgânicos) e no vinho tinto, são aliados no combate aos efeitos dos radicais livres. “No suco de uva e no vinho existe o resveratrol, um tipo de polifenol capaz de diminuir a incidência de doenças cardiovasculares”, explica a nutricionista. “Essas substâncias atuam reforçando a resistência dos capilares sanguíneos e promovem a atividade da vitamina C no corpo”.

Mas o resveratrol não é o único polifenol das uvas que faz bem ao coração. De acordo com Agatha, a procianidina presente na fruta também tem o poder de nos proteger de AVC, da diabetes e até do câncer. “Estudos mostram que ela melhora o funcionamento vascular fortalecendo a camada interna dos vasos sanguíneos”, diz.

Um estudo realizado pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, mostrou que o suco de uva vermelha teve efeito importante na prevenção do câncer de mama. E, para pesquisadores da Universidade de Cincinnati, ele melhora também as capacidades cognitivas. Os especialistas recomendam o consumo de 500 mililitros de suco por dia (cerca de 2 copos) para ajudar pessoas que sofrem com a perda de memória. “Só evite o excesso de açúcar para adoçar”, aconselha Agatha.

Para a nutricionista, todos os tipos de uva, inclusive a seca, trazem benefícios. Mas vale ressaltar suas diferenças. “A uva passa é quatro vezes mais calórica que a uva em estado natural”, diz. “Enquanto 100 gramas de uva vermelha ou verde têm cerca de 70 calorias, a mesma quantidade de uva passa pode chegar a ter 300 calorias.”

 fonte: Terra