Presidente do PP descarta saída de Geller, Azambuja e Ezequiel

 O presidente regional do PP, Pedro Henry, descarta a possibilidade de perder os colegas de partido Neri Geller, suplente de deputado federal no exercício do cargo, Antônio Azambuja, deputado estadual que se licenciou para comandar a secretaria estadual de Esporte e Lazer, e Ezequiel Fonseca, titular da legenda na Assembleia. “Quem falou que o PP …

13/05/2011 08:26



 O presidente regional do PP, Pedro Henry, descarta a possibilidade de perder os colegas de partido Neri Geller, suplente de deputado federal no exercício do cargo, Antônio Azambuja, deputado estadual que se licenciou para comandar a secretaria estadual de Esporte e Lazer, e Ezequiel Fonseca, titular da legenda na Assembleia. “Quem falou que o PP vai perder as bancadas? O Nery Geller não vai desfiliar, assim como o Azambuja e Ezequiel. Vamos reconstruir o partido com outros companheiros”, avisa Henry, que se licenciou da Câmara Federal para comandar a secretaria estadual de Saúde. A migração de Geller, Azambuja e Ezequiel para o recém-criado PSD é cogitada devido à relação de proximidade com o presidente da AL, José Riva (PP), parlamentar que articula a filiação de um grupo de políticos mato-grossenses na nova legenda.

     Henry reconhece que a desfiliação de progressistas, que assumiram o compromisso de acompanhar Riva na mudança de partido, vai diminuir a influência de ambos sobre lideranças do PP no interior do Estado. “O Riva tem uma densidade muito grande, com companheiros em diversos partidos políticos. É natural e é a oportunidade legal que ele tem que congregar todos na mesma legenda”, avalia.

     Enquanto Henry é considerado o “cacique” político do Oeste mato-grossense, tendo Cáceres como a principal base eleitoral, Riva tem ampla penetração em praticamente todas as regiões do Estado, principalmente no Norte. Entusiasmado, o presidente da AL aposta que vai levar mais de 400 vereadores, 40 prefeitos, cinco deputados estaduais e três federais para o PSD, partido idealizado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (ex-DEM). Além de Riva, integra o grupo de fundadores da nova legenda no Estado o vice-governador Chico Daltro (PP).

fonte: RD News