Pesquisa da Conab aponta Mato Grosso como líder na produção de quatro commodities

O oitavo levantamento de grãos divulgado pela Conab confirmou o Paraná como o maior produtor de grãos do país. Mas, a pesquisa também demonstrou a liderança de Mato Grosso na produção de quatro commodities, reforçando a condição do Estado como um dos principais celeiros do mundo. Mato Grosso possui o maior rebanho bovino do país. …

14/05/2011 10:09



O oitavo levantamento de grãos divulgado pela Conab confirmou o Paraná como o maior produtor de grãos do país. Mas, a pesquisa também demonstrou a liderança de Mato Grosso na produção de quatro commodities, reforçando a condição do Estado como um dos principais celeiros do mundo.

Mato Grosso possui o maior rebanho bovino do país. São mais de 28,7 milhões de animais, que credenciam a pecuária local como uma das mais importantes do Brasil e do mundo. Porém, o poder produtivo do Estado não é retratado apenas por este setor. O último levantamento da Conab confirmou a liderança mato-grossense na produção de quatro commodities agrícolas. A soja é uma delas.

Um terço do que foi colhido nesta safra no Brasil saiu das lavouras plantadas no Estado. Foram mais de 20, 412 milhões de toneladas, 8,8% a mais que na safra passada. Aumento provocado pelas expansões da área cultivada e da produtividade.

Outro destaque é o milho safrinha. Mesmo com a queda de 5% na área plantada, a produção deve passar de 7milhões de toneladas. Quase 430 mil toneladas a mais do que o volume que deve ser colhido no Paraná, segundo maior produtor do cereal na safra de inverno. Já no cultivo de girassol a liderança é absoluta, Mato Grosso é responsável por 68% da produção nacional.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Rui Prado, acredita que o Estado tem uma aptidão muito grande para a agropecuária.

– Nós já conseguimos fazer um processo de diversificação, algo que nós não tínhamos no passado. Hoje já temos a segunda safra de milho que é muito importante para o país, de uma maneira como um todo e para a alimentação de animais aqui no Estado. Então Mato Grosso está consolidado como um Estado de alta vocação para a agropecuária e agora está começado a colher os frutos – disse Rui Prado.

Um dos avanços mais expressivos é o do algodão. Motivados pela demanda aquecida e perspectivas de bons preços, os produtores ampliaram a área cultivada. O espaço destinado às lavouras saltou de 428 mil para 723 mil hectares. Com isso a produção de pluma deve registrar um crescimento de 79%, ultrapassando 1 milhão de toneladas.

Mato Grosso é o segundo maior produtor nacional de grãos. O Estado deve produzir 30, 582 milhões de toneladas na safra 2010/2011.

Fonte:Portal do Agronegócio