Governo do Estado concorre a prêmio nacional com projeto Vale Luz

São Paulo, SP – Por inovar o conceito de reciclagem no Estado de Mato Grosso, o projeto Vale Luz, desenvolvido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social (Setecs-MT), ganhou destaque no cenário nacional ao sagrar-se finalista do prêmio Fecomércio-SP de Sustentabilidade. A premiação será realizada na noite …

31/05/2011 11:29



São Paulo, SP – Por inovar o conceito de reciclagem no Estado de Mato Grosso, o projeto Vale Luz, desenvolvido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social (Setecs-MT), ganhou destaque no cenário nacional ao sagrar-se finalista do prêmio Fecomércio-SP de Sustentabilidade.
A premiação será realizada na noite desta terça-feira (31.05) na capital paulista, na sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio). Ao todo, foram inscritos 314 projetos, representando 19 estados brasileiros. Deste montante, apenas 28 projetos concorrem a final do 2º Prêmio Fecomércio de Sustentabilidade.
Concorrendo na categoria órgão público, o projeto Vale Luz disputa com mais quatro iniciativas. São elas: Programa Desperdício Zero, da Secretaria do Meio Ambiente do Paraná; Recicla Porto, da Companhia de Integração Portuária do Ceará; Mediação Itinerante, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo; e Programa Estadual de Concentração Pública e a Bolsa Internacional de Negócios da Economia Verde, conduzidos pela Secretaria do Estado do Meio Ambiente de São Paulo.
Se ficar em primeiro lugar da categoria, o Vale Luz irá receber um título de previdência correspondente a R$ 15 mil, valor este, que segundo o coordenador-geral do projeto e secretário adjunto da Setecs, Jean Estevan de Campos Oliveira, será revertido na ampliação do próprio projeto.
“O nosso objetivo é consolidar o Vale Luz na Baixada Cuiabana, e, na sequência, expandir a ação para o interior de Mato Grosso. Aos poucos, estamos ampliando o trabalho de sensibilização junto à população e, com o apoio dos parceiros, agregando mais ferramentas de práticas sustentáveis”, afirmou o coordenador.
Na opinião do presidente do conselho de sustentabilidade da Fecomércio de São Paulo e professor da USP, José Goldenberg, o projeto Vale Luz é uma das grandes apostas de políticas públicas da atualidade para reverter o preocupante quadro de devastação do meio ambiente.
“A produção de lixo em grande escala é um dos grandes males da nossa sociedade. Nós precisamos progredir, com a utilização de práticas saudáveis, como esta que reconhecemos no projeto Vale Luz, que une geração de renda com conscientização ambiental”, pontuou José Goldenberg.
Para a primeira-dama e secretária de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social de Mato Grosso, Roseli Barbosa, o reconhecimento nacional da iniciativa agrega não só valor ao projeto, como também impulsiona para novas perspectivas tendo em vista Mato Grosso como um todo.
“Só o fato do projeto Vale Luz estar entre os finalistas de um prêmio nacional nos enche de orgulho, satisfação e nos mostra que estamos no caminho certo, no desenvolvimento de políticas públicas que aliam responsabilidade social com o desenvolvimento sustentável. Se ganharmos, será um impulso ainda maior para a expansão do projeto para os 141 municípios mato-grossenses”, declarou Roseli Barbosa.
VALE LUZ

O Vale Luz foi criado em 2006 e reformulado em 2009. Qualquer pessoa pode participar do projeto e se beneficiar dos incentivos do programa, basta trocar latas de alumínio ou garrafas plásticas em geral por cupons de abatimento na conta de energia elétrica ou mesmo por alimentos na rede de Supermercados Modelo.
Além da coleta de materiais, o Vale Luz tem investido nas ações de sensibilização da sociedade para a importância da reciclagem. Palestras em escolas e órgãos públicos levam à população informações sobre o impacto de poluentes como o plástico e o alumino em rios e córregos. Cada quilo de plástico retirado da natureza equivale a 26 garrafas de refrigerante que serão reaproveitas.
Os postos de troca do programa estão localizados nos supermercados Modelo da Miguel Sutil, Ponte Nova, Coxipó, Aeroporto e CPA 3. A pesagem do material é feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados das 8h às 12h.

Fonte: Secom/MT





Tags: