Mato Grosso ganha mais um investimento no setor industrial

Mais um protocolo de investimento para Mato Grosso foi assinado, nesta quinta-feira (02.06). Desta vez a empresa é do setor de tubos, conexões e forro de PVC e é responsável por 40% das vendas no mercado mato-grossense. A Tubozan investirá R$ 5 milhões para implantar uma indústria no distrito industrial de Cuiabá e gerará 40 …

02/06/2011 22:59



Mais um protocolo de investimento para Mato Grosso foi assinado, nesta quinta-feira (02.06). Desta vez a empresa é do setor de tubos, conexões e forro de PVC e é responsável por 40% das vendas no mercado mato-grossense. A Tubozan investirá R$ 5 milhões para implantar uma indústria no distrito industrial de Cuiabá e gerará 40 empregos diretos e pelo menos 120 indiretos.
O secretário de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf, explica que a empresa receberá incentivo fiscal do Governo do Estado. “Trabalhamos para verticalizar a economia de Mato Grosso e industrializar o Estado. A Tubosan será incentivada pelo Programa de Desenvolvimento Comercial e Industrial de Mato Grosso (Prodeic) e continuamos na captação de novas indústrias para outros setores. Os resultados dos trabalhos surgem a todos os momentos com novas assinaturas de protocolo de intenções”.
A Tubozan já tem um Centro de Distribuição (CD), em Cuiabá, que gera 12 empregos diretos. O diretor presidente Gilberto Borges Filho conta que a expectativa é que dentro de 90 dias comece a implantação e em um ano a indústria esteja funcionando. “Escolhemos Mato Grosso, porque já temos nosso CD que funciona em Cuiabá há oito anos. O Estado está em pleno desenvolvimento e queremos crescer junto com Mato Grosso”.
A matéria prima para a Tubozan é a resina de PVC que virá da Bahia. Gilberto diz que a indústria de Cuiabá atenderá a demanda de Mato Grosso. Com a instalação da planta em Cuiabá, a empresa estará economizando uma etapa da produção atual. A estimativa é que com a empresa cresça cerca de 10%. Atualmente, Mato Grosso representa 20% do faturamento da Tubozan. Com a instalação da planta em Cuiabá a expectativa é aumentar para 30%. “Este é um dos setores da economia que mais cresce”.

Mais um protocolo de investimento para Mato Grosso foi assinado, nesta quinta-feira (02.06). Desta vez a empresa é do setor de tubos, conexões e forro de PVC e é responsável por 40% das vendas no mercado mato-grossense. A Tubozan investirá R$ 5 milhões para implantar uma indústria no distrito industrial de Cuiabá e gerará 40 empregos diretos e pelo menos 120 indiretos.
O secretário de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf, explica que a empresa receberá incentivo fiscal do Governo do Estado. “Trabalhamos para verticalizar a economia de Mato Grosso e industrializar o Estado. A Tubosan será incentivada pelo Programa de Desenvolvimento Comercial e Industrial de Mato Grosso (Prodeic) e continuamos na captação de novas indústrias para outros setores. Os resultados dos trabalhos surgem a todos os momentos com novas assinaturas de protocolo de intenções”.
A Tubozan já tem um Centro de Distribuição (CD), em Cuiabá, que gera 12 empregos diretos. O diretor presidente Gilberto Borges Filho conta que a expectativa é que dentro de 90 dias comece a implantação e em um ano a indústria esteja funcionando. “Escolhemos Mato Grosso, porque já temos nosso CD que funciona em Cuiabá há oito anos. O Estado está em pleno desenvolvimento e queremos crescer junto com Mato Grosso”.
A matéria prima para a Tubozan é a resina de PVC que virá da Bahia. Gilberto diz que a indústria de Cuiabá atenderá a demanda de Mato Grosso. Com a instalação da planta em Cuiabá, a empresa estará economizando uma etapa da produção atual. A estimativa é que com a empresa cresça cerca de 10%. Atualmente, Mato Grosso representa 20% do faturamento da Tubozan. Com a instalação da planta em Cuiabá a expectativa é aumentar para 30%. “Este é um dos setores da economia que mais cresce”.

Fonte: Secom/ MT