Hackers atacam arquivos confidenciais do FMI

O Fundo Monetário Internacional (FMI) está investigando um ciberataque que atingiu sua rede, segundo informou um porta-voz da instituição. O Fundo não informou a extensão ou natureza do ataque nem comentou se algum arquivo confidencial chegou a ser comprometido, segundo reportagem do “Wall Street Journal”. Segundo o porta-voz David Hawly, o FMI está “operando normalmente”. …

12/06/2011 21:04



O Fundo Monetário Internacional (FMI) está investigando um ciberataque que atingiu sua rede, segundo informou um porta-voz da instituição. O Fundo não informou a extensão ou natureza do ataque nem comentou se algum arquivo confidencial chegou a ser comprometido, segundo reportagem do “Wall Street Journal”.
Segundo o porta-voz David Hawly, o FMI está “operando normalmente”. Ele disse que os funcionários do Fundo receberam um comunicado interno sobre o ataque por e-mail na última quarta-feira, pedindo que entrassem em contato com o Departamento de Tecnologia da Informação, caso notassem algo suspeito.
Segundo informações não oficiais, os hackers visavam recolher informações confidenciais sobre algumas das 187 economias mundiais ligadas ao FMI. Se as informações viessem a público, poderiam ser usadas para manipular ou lucrar nos mercados mundiais, que utlizam títulos do Tesouro.
Para Tom Kellermann, um ex-especialista em segurança da internet do Banco Mundial que está investigando o caso, a operação envolveu um significativo reconhecimento interno de arquivos, antes do ataque propriamente dito.
“Não se trata de malware em uma escala que já tenha visto”, disse Kerllermann ao WSJ. “Foi muito mais difícil de detectar e há uma grande preocupação que essas informações pudessem ser usadas para movimentar os mercados financeiros”.

Fonte:180graus