Segurança pública recebe 60 novas motos para reforçar atuação da Polícia Militar no Estado

A Polícia Militar de Mato Grosso ganhou novo reforço nesta quarta-feira (22.06) com 60 novas motocicletas adquiridas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) por meio de convênio firmado com a Secretaria Nacional de Segurança Publica (Senasp), no valor de R$ 1.078.200,00. As motocicletas foram entregues pelo secretário de Estado de Segurança Pública, Diógenes …

22/06/2011 22:52



A Polícia Militar de Mato Grosso ganhou novo reforço nesta quarta-feira (22.06) com 60 novas motocicletas adquiridas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) por meio de convênio firmado com a Secretaria Nacional de Segurança Publica (Senasp), no valor de R$ 1.078.200,00. As motocicletas foram entregues pelo secretário de Estado de Segurança Pública, Diógenes Curado Filho, no Comando Geral da Polícia Militar, em Cuiabá.

Vinte das 60 motos serão empregadas nos trabalhos do Batalhão de Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam). Quatorze serão destinadas ao Comando Regional de Várzea Grande (CR II) e seis para o Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário. A Polícia Militar de Rondonópolis e Sinop também receberão reforço com dez motos cada um.

Segundo o comandante regional 1 (CR 1), coronel PM Zaqueu Barbosa, com as motos será possível fazer um deslocamento rápido oferecendo resposta imediata aos cuiabanos. “Aumentou muito o número de veículos em Cuiabá. Por mais que se crie estratégias para dar uma resposta rápida no atendimento, fica praticamente impossível fazer o deslocamento imediato. As motos vão suprir essa dificuldade”, afirmou.

O comandante regional disse ainda que em Cuiabá as motos serão empregadas no Comando de Ação Rápida que atualmente faz parte da Rotam. “As viaturas serão empregadas em áreas onde registram maiores índices de ocorrências para fazer uma ação efetiva”, explicou.

Segundo o comandante regional de Várzea Grande (CR II), coronel PM Pery Taborelli da Silva Filho, as novas motos serão inseridas no Grupamento de Motocicletas da Força Tática. “Elas irão contribuir nas operações realizando os trabalhos operacionais”, disse.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Diogenes Curado Filho, explicou a importância das motos na frota da Polícia Militar. “Vários municípios estão crescendo o que acaba gerando problemas de trânsito. Em muitos casos, a Polícia Militar precisa dar uma resposta rápida e temos essa dificuldade. As motos são importantes porque facilitam a presença mais rápida nos locais das ocorrências, dessa forma aumentando a sensação de segurança da população”, disse.
A Polícia Militar de Mato Grosso ganhou novo reforço nesta quarta-feira (22.06) com 60 novas motocicletas adquiridas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) por meio de convênio firmado com a Secretaria Nacional de Segurança Publica (Senasp), no valor de R$ 1.078.200,00. As motocicletas foram entregues pelo secretário de Estado de Segurança Pública, Diógenes Curado Filho, no Comando Geral da Polícia Militar, em Cuiabá. Vinte das 60 motos serão empregadas nos trabalhos do Batalhão de Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam). Quatorze serão destinadas ao Comando Regional de Várzea Grande (CR II) e seis para o Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário. A Polícia Militar de Rondonópolis e Sinop também receberão reforço com dez motos cada um. Segundo o comandante regional 1 (CR 1), coronel PM Zaqueu Barbosa, com as motos será possível fazer um deslocamento rápido oferecendo resposta imediata aos cuiabanos. “Aumentou muito o número de veículos em Cuiabá. Por mais que se crie estratégias para dar uma resposta rápida no atendimento, fica praticamente impossível fazer o deslocamento imediato. As motos vão suprir essa dificuldade”, afirmou. O comandante regional disse ainda que em Cuiabá as motos serão empregadas no Comando de Ação Rápida que atualmente faz parte da Rotam. “As viaturas serão empregadas em áreas onde registram maiores índices de ocorrências para fazer uma ação efetiva”, explicou. Segundo o comandante regional de Várzea Grande (CR II), coronel PM Pery Taborelli da Silva Filho, as novas motos serão inseridas no Grupamento de Motocicletas da Força Tática. “Elas irão contribuir nas operações realizando os trabalhos operacionais”, disse. O secretário de Estado de Segurança Pública, Diogenes Curado Filho, explicou a importância das motos na frota da Polícia Militar. “Vários municípios estão crescendo o que acaba gerando problemas de trânsito. Em muitos casos, a Polícia Militar precisa dar uma resposta rápida e temos essa dificuldade. As motos são importantes porque facilitam a presença mais rápida nos locais das ocorrências, dessa forma aumentando a sensação de segurança da população”, disse.

Fonte: Secom