Mercado de açúcar continua positivo

O mercado de açúcar fechou em alta. Em verdade, o mercado chegou a subir quase 300 pontos em apenas dois dias. No entanto, o açúcar ainda é uma das commodities que mais caiu em 2011 (19,5% de queda, comparando o primeiro mês negociado). De acordo com estimativas da Archer Consulting – empresa focada em gestão …

30/06/2011 10:59



O mercado de açúcar fechou em alta. Em verdade, o mercado chegou a subir quase 300 pontos em apenas dois dias. No entanto, o açúcar ainda é uma das commodities que mais caiu em 2011 (19,5% de queda, comparando o primeiro mês negociado).

De acordo com estimativas da Archer Consulting – empresa focada em gestão de riscos agrícolas – o custo de produção do açúcar no Centro-Sul do país é de R$ 29,86 por saca de 50kg posto-usina. “Isso coloca o custo equivalente FOB Santos em 19,23 centavos de dólar por libra-peso sem custo financeiro. Levando em consideração os níveis do mercado, a média de retorno para açúcares a serem vendidos ao longo da safra (e, portanto, comparando com os fechamentos dos meses de julho/2011 até março de 2012), é de R$ 42,94 líquidos por saca na usina, com retorno superior a 40% sobre o custo de produção”, avalia Arnaldo Corrêa, gestor de riscos e diretor da Archer consulting.

Para ele, o setor assiste ao mesmo cenário: o volume de açucar produzido está abaixo do comparado ao mesmo período do ano passado, além dos problemas logistícos que poderão ser repetir, com as mesmas cenas de filas de caminhões esperando desembarcar no porto, como foi em julho de 2010.

Ainda assim, o mercado colhe bons resultados. “Para uma usina cujo mix de produção seja semelhante ao do Centro Sul, estamos falando num retorno médio líquido (depois do custo financeiro) de 19,38%, lembrando que o mercado interno de açúcar vem remunerando melhor que o açúcar para exportação”, conclui Arnaldo.

Fonte:  Portal do Agronegocio