Explosão de estrela provoca nuvem de poeira em galáxias jovens

A explosão de uma estrela a 160 mil anos-luz da Terra pode explicar aos astrônomos por que as galáxias mais novas têm tanta poeira. A Supernova 1987A produziu e espalhou no espaço entre 40% e 70% da massa do Sol em poeira fria, segundo um estudo publicado pela “Science”. A equipe de Mikako Matsuura usou …

08/07/2011 09:23



A explosão de uma estrela a 160 mil anos-luz da Terra pode explicar aos astrônomos por que as galáxias mais novas têm tanta poeira. A Supernova 1987A produziu e espalhou no espaço entre 40% e 70% da massa do Sol em poeira fria, segundo um estudo publicado pela “Science”.

A equipe de Mikako Matsuura usou o Telescópio Espacial Herschel, da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), para estudar o fenômeno. O equipamento é capaz de captar frequências de onda infravermelhas e sub-milimetrais.

A conclusão da pesquisa é de que explosões estelares, como a da Supernova 1987A, são capazes de produzir a grande quantidade de poeira que cria as massas frequentemente vistas em galáxias jovens.

fonte G1