Governo do Estado injeta R$ 85 milhões na economia com pagamento de parte do 13º salário

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), pagou na quarta-feira (20.07) a primeira parcela de 40% do décimo terceiro salário de aproximadamente 70 mil servidores públicos efetivos, aposentados e pensionistas. Foram R$ 85 milhões injetados na economia, o que resulta num aquecimento da economia estadual.  O secretário de …

21/07/2011 08:36



O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), pagou na quarta-feira (20.07) a primeira parcela de 40% do décimo terceiro salário de aproximadamente 70 mil servidores públicos efetivos, aposentados e pensionistas. Foram R$ 85 milhões injetados na economia, o que resulta num aquecimento da economia estadual.  O secretário de Estado de Fazenda, Edmilson José dos Santos, destaca que o governo está cumprindo a risca o calendário de pagamento planejado e divulgado no início do ano. “A determinação do governador Silval Barbosa é que o Estado esteja sempre vigilante quanto ao equilíbrio fiscal, para poder honrar os compromissos e permitir o crescimento constante nas obras de infraestrutura”, afirmou.  O pagamento de 40% do décimo terceiro na metade do ano agrada os servidores, conforme destaca o presidente do Sindicato dos Profissionais de Tributação, Arrecadação e Fiscalização (Siprotaf), João Bosco Borralho. “A antecipação é importante porque os servidores podem quitar eventuais dívidas contraídas nos primeiros meses do ano. Além disso, o servidor tem um reconhecimento pelo Governo do Estado”, disse.  Já para o presidente do Sindicato dos Profissionais da Área Instrumental do Governo (Sinpaig), Edmundo César Cícero Leite, o pagamento antecipado da gratificação natalina é um alívio para os servidores. “O governo não possui obrigação de efetuar esse repasse antecipado. Ele poderia muito bem manter o dinheiro em caixa recebendo rendimentos financeiros sobre os R$ 85 milhões”, opina.  E completa: “No entanto, ao pagar os servidores em julho, o governo dá a oportunidade dos servidores regularizarem sua situação financeira e ao mesmo tempo evita que os cofres do Estado sofram com um pagamento muito elevado em dezembro, caso não dividisse a gratificação. É uma relação de ganha-ganha”, pontuou Edmundo.  O restante do pagamento do décimo terceiro está previsto para o dia 16 de dezembro. Os demais servidores, que ocupam cargos exclusivamente comissionados ou são contratados, receberão o valor total da gratificação natalina em dezembro.  O calendário completo de pagamento dos servidores públicos em 2011 está disponível no portal da Sefaz (www.sefaz.mt.gov.br), menu Finanças Públicas, Calendário de Pagamento.

fonte: Secom