Estudo: comer carne vermelha aumenta risco de diabetes

Comer duas fatias de toucinho, uma salsicha ou uma porção diária de carne vermelha aumenta significativamente o risco de diabetes tipo 2, alertou um amplo estudo feito nos Estado Unidos e publicado esta quarta-feira na versão online da revista American Journal of Clinical Nutrition. O risco de desenvolver diabetes tipo 2 aumenta 51% se forem …

10/08/2011 20:01



Comer duas fatias de toucinho, uma salsicha ou uma porção diária de carne vermelha aumenta significativamente o risco de diabetes tipo 2, alertou um amplo estudo feito nos Estado Unidos e publicado esta quarta-feira na versão online da revista American Journal of Clinical Nutrition. O risco de desenvolver diabetes tipo 2 aumenta 51% se forem consumidas 50 g de carne vermelha processada por dia, e 19% se forem ingeridas 100 g diárias de carne vermelha não processada.
No entanto, estes riscos diminuem se a carne vermelha for substituída por frutas secas, carnes brancas, lácteos pobres em gordura ou proteínas de grão inteiro, explicam os especialistas. Se uma pessoa que consome 100 g de carne vermelha todos os dias trocar por frutas secas para obter a mesma quantidade de proteínas, diminui em 17% o risco de diabetes. Este número aumenta para 23% se forem consumidos cereais integrais.
O estudo
Realizado por cientistas da Escola de Saúde Pública de Harvard, esta é a maior pesquisa do tipo feita até agora. “Claramente, os resultados deste estudo têm implicações na saúde pública, em vista da epidemia crescente de diabetes tipo 2 e do consumo de carnes vermelhas em todo o mundo”, disse o autor principal do estudo, Frank Hu.
“A boa notícia é que estes fatores de risco preocupantes podem ser compensados, substituindo a carne vermelha por uma proteína mais saudável”, acrescentou Hu, professor de nutrição e epidemiologia.
Os dados utilizados no estudo foram obtidos em um questionário que profissionais da saúde submeteram a mais de 200 mil pessoas nos Estados Unidos. As pessoas estudadas foram acompanhadas entre os 14 e os 28 anos.
A doença
A diabetes tipo 2 afeta 350 milhões de adultos em todo o mundo. Nos Estados Unidos, mais de 11% dos adultos maiores de 20 anos – 25,6 milhões – sofrem da doença, segundo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças do país.
Doença crônica que implica em elevados níveis de açúcar no sangue, a diabetes tipo 2 é frequentemente causada por obesidade, sedentarismo e hábitos alimentares pouco saudáveis

Comer duas fatias de toucinho, uma salsicha ou uma porção diária de carne vermelha aumenta significativamente o risco de diabetes tipo 2, alertou um amplo estudo feito nos Estado Unidos e publicado esta quarta-feira na versão online da revista American Journal of Clinical Nutrition. O risco de desenvolver diabetes tipo 2 aumenta 51% se forem consumidas 50 g de carne vermelha processada por dia, e 19% se forem ingeridas 100 g diárias de carne vermelha não processada.No entanto, estes riscos diminuem se a carne vermelha for substituída por frutas secas, carnes brancas, lácteos pobres em gordura ou proteínas de grão inteiro, explicam os especialistas. Se uma pessoa que consome 100 g de carne vermelha todos os dias trocar por frutas secas para obter a mesma quantidade de proteínas, diminui em 17% o risco de diabetes. Este número aumenta para 23% se forem consumidos cereais integrais.O estudoRealizado por cientistas da Escola de Saúde Pública de Harvard, esta é a maior pesquisa do tipo feita até agora. “Claramente, os resultados deste estudo têm implicações na saúde pública, em vista da epidemia crescente de diabetes tipo 2 e do consumo de carnes vermelhas em todo o mundo”, disse o autor principal do estudo, Frank Hu.”A boa notícia é que estes fatores de risco preocupantes podem ser compensados, substituindo a carne vermelha por uma proteína mais saudável”, acrescentou Hu, professor de nutrição e epidemiologia.Os dados utilizados no estudo foram obtidos em um questionário que profissionais da saúde submeteram a mais de 200 mil pessoas nos Estados Unidos. As pessoas estudadas foram acompanhadas entre os 14 e os 28 anos. A diabetes tipo 2 afeta 350 milhões de adultos em todo o mundo. Nos Estados Unidos, mais de 11% dos adultos maiores de 20 anos – 25,6 milhões – sofrem da doença, segundo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças do país.Doença crônica que implica em elevados níveis de açúcar no sangue, a diabetes tipo 2 é frequentemente causada por obesidade, sedentarismo e hábitos alimentares pouco saudáveis.

fonte: Terra