TV por 6 horas diárias reduziria expectativa de vida em 5 anos

Fazer exercícios 15 minutos por dia aumenta a expectativa de vida em três anos, enquanto assistir à televisão por seis horas diárias pode, ao contrário, reduzir a expectativa de vida em cinco anos, segundo dois estudos publicados nesta terça-feira. Os riscos de uma vida sedentária não são novidade, mas esses dois recentes estudos realizados em …

15/08/2011 18:16



Fazer exercícios 15 minutos por dia aumenta a expectativa de vida em três anos, enquanto assistir à televisão por seis horas diárias pode, ao contrário, reduzir a expectativa de vida em cinco anos, segundo dois estudos publicados nesta terça-feira. Os riscos de uma vida sedentária não são novidade, mas esses dois recentes estudos realizados em Taiwan e na Austrália com voluntários e publicados por duas revistas britânicas – The Lancet e British Journal of Sports Medicine – detalham os riscos.
Em Taiwan, 400 mil voluntários foram colocados sob vigilância médica completa nos grupos “pouco ou nada ativos”, “mais ou menos ativos”, “ativos” e “muito ativos”. As equipes do Instituto Nacional de pesquisas médicas de Taiwan e da Universidade Nacional dos Esportes de Taiwan, após a observação, compararam as pessoas que praticavam exercícios com aquelas que se abstinham completamente. Resultado: as pessoas que fazem exercícios físicos pelo menos 15 minutos por dia reduzem o risco de morte em 14% e de desenvolver algum câncer 10%, e aumentam em média a expectativa de vida em três anos.
Esses benefícios valem tanto para homens quanto para mulheres de todas as idades, bem como para pessoas que possuem riscos de doenças cardiovasculares. Por outro lado, as pessoas que não praticam exercícios físicos têm seu risco de morte aumentado em 17%, comparado aos grupos que praticam exercícios.
Um outro estudo foi realizado paralelamente na Universidade de Queensland na Austrália utilizando doações recolhidas entre 1999 e 2000 junto a 11 mil adultos a partir de 25 anos. Um relatório estatístico referente ao conjunto da população australiana com 25 anos ou mais permitiu calcular que seis horas de televisão por dia reduzem a expectativa de vida em cinco anos, em razão da inatividade física.

fonte: Terra