O Capital esta matando o Capitalismo

Minhas leituras de Marx são modestas, sempre preferi o Marx filÓsofo, mas, na Faculdade de Direito, tomamos conhecimento da obra de Adam Smith, a melhor que explica o capitalismo como produtor de riquezas. Havia em Smith um pressuposto ontológico, a natureza humana deseja sempre superar-se, e a ambição de produzir riquezas para si e para …

17/08/2011 11:46



Minhas leituras de Marx são modestas, sempre preferi o Marx filÓsofo, mas, na Faculdade de Direito, tomamos conhecimento da obra de Adam Smith, a melhor que explica o capitalismo como produtor de riquezas. Havia em Smith um pressuposto ontológico, a natureza humana deseja sempre superar-se, e a ambição de produzir riquezas para si e para o mundo é uma das maiores superações da sentença inaugural: “viverás com o suor do rosto”.

O sistema capitalista, depois da revolução industrial mostrou-se o melhor para a produção de riquezas e o desenvolvimento das nações. Enquanto o comunismo buscava distribuir o que não sabia produzir, o capitalismo soube distribuir parcialmente o que soube produzir.

Mas isso foi perturbado pelo fenômeno inerente da ambição. Enquanto o capital foi utilizado como meio para estimular e possibilitar a produção, tudo bem, mas quando virou um fim em si mesmo, o capital gerando especulação, sem que necessitasse financiar a produção, mas apenas o consumo desordenado e o consumo dele próprio, o capital tornou-se um veneno. As crises recentes comprovam isso, mesmo para os mais simples observadores dos fatos. O capital está matando o capitalismo.

No primeiro susto, Obama buscou salvar o sistema financeiro, para evitar o pior. Agora, já percebeu que ele tem que salvar a economia americana e, por decorrência, a economia mundial. O Partido Republicano, encastelado nos “Fundamentals” que não fundamentam mais nada, está impedindo essa revisão da economia com a conseqüente regulamentação dos mercados financeiros.

As dezenas de artigos de economistas de todo o mundo fazem diagnósticos formais. Não explicam nada e não dão saída para nada. Todos têm medo de reconhecer que o capital está matando o capitalismo.

Por: Jorge da Cunha Lima – POETA, publicou “Ensaio Geral” Martins Editora, “Mão de Obra” Brasiliense, “Véspera de Aquarius” Paz e Terra, PROSADOR, fez “O Jovem K” romance, Siciliano, “Cultura Pública”artigos, Senac.