Dia Estadual de Boas Práticas Agrícolas será instituído em MT

Com base na vocação agrícola brasileira, na qual Mato Grosso ocupa importante posição, mais uma iniciativa será aplicada para estimular a produção que tornou o país no maior exportador de carne bovina, café, fumo, açúcar, álcool, carne de frango e suco de laranja do mundo, ocupando, inclusive, o segundo lugar nas exportações mundiais de soja. …

22/08/2011 19:09



Com base na vocação agrícola brasileira, na qual Mato Grosso ocupa importante posição, mais uma iniciativa será aplicada para estimular a produção que tornou o país no maior exportador de carne bovina, café, fumo, açúcar, álcool, carne de frango e suco de laranja do mundo, ocupando, inclusive, o segundo lugar nas exportações mundiais de soja. Para continuar com esse ritmo de produção e mantendo os estoques mundiais de alimentos em níveis seguros é necessária a utilização de pacotes tecnológicos cada vez mais elaborados e modernos.

Por isso, Mato Grosso vai instituir o Dia Estadual de Boas Práticas Agrícolas, a ser comemorado no dia 12 de outubro, dia do engenheiro agrônomo. Desta forma, garante o autor da proposta e presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Riva (PP), em parceria com o deputado Emanuel Pinheiro, é possível ter sustentabilidade da produção agrícola, utilizando os recursos naturais, sociais e econômicos para que sejam preservados à geração futura.

Riva lembra que Mato Grosso possui um papel importante nesse contexto, pois é o maior produtor de grãos nacional, com uma agricultura familiar bastante atuante. “O dia estadual de Boas Práticas Agrícolas irá brindar o reconhecimento que temos com todos os agricultores, sejam eles pequenos, médios ou grandes produtores”.

O projeto determina aos órgãos das áreas da Saúde, Meio Ambiente, Agricultura, Educação e Cultura a realização de atividades educativas e culturais para divulgar, entre outras diretrizes, a legislação que regulamenta a compra e o uso de agrotóxicos; os cuidados necessários na utilização; prevenção de acidentes que possam provocar intoxicações e contaminação do meio ambiente; incentivo a produção de alimentos nos sistemas tradicionais de plantios, assim como na agricultura orgânica, agroecológica ou biodinâmica.

Também deverá ser veiculada campanha publicitária educativa instruindo a população sobre a importância de práticas seguras e sustentáveis. O público alvo será constituído principalmente por alunos das redes municipal e estadual de ensino, agentes de saúde, produtores rurais e comerciantes de produtos agrícolas. A proposta foi apresentada no início deste mês e será apreciada pela Comissão de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Recursos Minerais.

Dia Nacional do Campo Limpo – O dia 18 de agosto é pautado pela realização da campanha Dia Nacional do Campo Limpo, outra iniciativa que a cada ano aumenta a participação popular pela conscientização e proteção do meio ambiente. Objetivo é difundir práticas responsáveis como a destinação das embalagens vazias de defensivos agrícolas.

ESTIMATIVA – Em 2050 estima-se que a população mundial será de 9 bilhões de pessoas, ou seja, 2 bilhões a mais do que se observa hoje no planeta. Segundo a Organização Mundial para Agricultura e Alimentação (FAO), é necessário garantir que as pessoas tenham acesso físico, econômico e social a alimentos suficientes, seguros e nutritivos para satisfazer as necessidades dietéticas e preferências alimentares, proporcionando uma vida ativa e saudável, o que se conhece como segurança alimentar. Para isso, é imprescindível a utilização correta de tecnologias, em todos os sistemas de cultivo para produzir mais alimentos, com melhor qualidade mantendo o mesmo tamanho da área, com foco voltado à preservação dos recursos naturais.

Fonte:Al/MT