Brasil vence Japão e se classifica para semi do Grand Prix

No segundo jogo válido pela fase final do Grand Prix, pelo Grupo B, o Brasil novamente não encontrou muitas dificuldades para vencer e garantir sua classificação para as semifinais da competição. A vítima da vez foi o Japão, que não conseguiu ameaçar as brasileiras e perdeu por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, …

25/08/2011 06:46



No segundo jogo válido pela fase final do Grand Prix, pelo Grupo B, o Brasil novamente não encontrou muitas dificuldades para vencer e garantir sua classificação para as semifinais da competição. A vítima da vez foi o Japão, que não conseguiu ameaçar as brasileiras e perdeu por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/22 e 25/21.
A ponteira Fernanda Garay, que começou a partida como titular no lugar de Mari, poupada com dores no abdômen, foi a maior pontuadora do jogo, com 17 pontos. Thaisa também teve uma boa atuação, com 12 tentos. Na madrugada desta sexta-feira, a Seleção Brasileira enfrenta os Estados Unidos para decidir qual equipe ficará com a primeira posição na chave. O Brasil busca em Macau seu nono título na competição.
A partida começou equilibrada. Com um bom bloqueio, o Brasil foi para a primeira parada técnica vencendo por dois pontos (8/6). E foi em um bloqueio de Thaisa sobre um ataque da ponteira Sakoda que a diferença aumentou para quatro pontos (12/8). Thaisa e Garay se destacaram na parcial e as brasileiras fecharam o set por 25 a 17.
O Japão voltou melhor para segundo set. A levantadora Takeshita jogava com velocidade e as japonesas abriram quatro pontos (16/12). O técnico José Roberto Guimarães trocou as ponteiras. Entrou Natália e saiu Paula Pequeno. E foi numa boa sequência de saques da jovem atacante que o Brasil virou a parcial (18/17). Tandara entrou no fundo para sacar e com um ace colocou as brasileiras dois pontos na frente. O set seguiu equilibrado, mas as brasileiras venceram a parcial por 25 a 22.
No terceiro e último set, as brasileiras entraram mais ligadas e ficaram à frente do placar durante todo o tempo. As asiáticas tentaram esboçar uma reação no final, mas não assustaram as comandadas de José Roberto Guimarães, que administraram o placar e fecharam a parcial por 25 a 21.

fonte: Terra