Busca por ecoturismo cresce e MT é um dos destinos favoritos

“O meio ambiente está na moda”, diz Marcelo Almeida, um dos proprietários da Caiman Turismo. “E por isso o ecoturismo está no auge. Hoje está muito mais fácil conhecer Mato Grosso”, completa. Para ele, a Copa de 2014 atrairá novos turistas, mas antes disso, a busca no setor já havia aumentado. Para Almeida, as pessoas …

29/08/2011 10:57



O meio ambiente está na moda”, diz Marcelo Almeida, um dos proprietários da Caiman Turismo. “E por isso o ecoturismo está no auge. Hoje está muito mais fácil conhecer Mato Grosso”, completa. Para ele, a Copa de 2014 atrairá novos turistas, mas antes disso, a busca no setor já havia aumentado.

Para Almeida, as pessoas que buscam o ecoturismo já estão saturadas do turismo ‘tradicional’. “Elas já não querem mais só ir pra praia e ficar lá tomando banho de mar”, afirma. No entanto, os preços para este tipo de atividade acabam sendo superiores aos do turismo tradicional. “Vale a pena”, argumenta.
Isso porque o ecoturismo necessita de serviços que não seriam necessários em outros tipos de viagem. “Praia é de graça, mar é de graça”, brinca. Mas para os passeios em grutas ou cachoeiras ‘desconhecidas’, por exemplo, a figura do guia de turismo é indispensável.
A maioria dos destinos do ecoturismo é protegida. “Não adianta a pessoa ir lá por conta própria, de carro, achando que vai entrar, sendo que já está no limite de gente. Não vai entrar”. O ideal, conta, é que o turista procure uma companhia, que ela fará o agendamento e mostrará o leque de opções ao consumidor.
Há três anos no mercado, a Caiman atende tanto turistas de fora como de Mato Grosso. Os destinos mais buscados são o Pantanal, Chapada dos Guimarães e Nobres. “Muita gente vai pra Chapada, vê uma cachoeira e acha que já conhece”, diz. Mas o mais bonito do local está ‘escondido’ do grande público
Fonte: Top News