País tem crescimento modesto no 2º trimestre

O Produto Interno Bruto do segundo trimestre cresceu 0,8%, levando-se em consideração a série com ajuste sazonal, na comparação com primeiro trimestre. O PIB é um indicador que mede o quanto o País produz. E dá uma ideia de como será o comportamento do nível de emprego e também dos salários. Com o PIB em alta, …

03/09/2011 10:52



O Produto Interno Bruto do segundo trimestre cresceu 0,8%, levando-se em consideração a série com ajuste sazonal, na comparação com primeiro trimestre. O PIB é um indicador que mede o quanto o País produz. E dá uma ideia de como será o comportamento do nível de emprego e também dos salários. Com o PIB em alta, são criados mais empregos, os salários também sobem mais e o poder de compra da população é maior.

Reginaldo Gonçalves, coordenador de Ciências Contábeis da Faculdade Santa Marcelina, explica de maneira mais prática o que significa o PIB. “Analisando uma bicicletaria. No momento que o comerciante vende o produto são incluídos os valores relacionados: mercadoria, impostos, mão de obra e lucro desejado na operação. O PIB interno da empresa é o que foi agregado, excluindo o item adquirido de terceiros, no caso a mercadoria, e que não sofreu qualquer ação da vendedora em manipular ou alterar a sua estrutura. Portanto, de forma simplificada, se comprei um produto por R$ 100 e vendi por R$ 200, o valor do PIB interno é de R$ 100.”

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística efetua a consolidação de todos esses dados internos, excluindo tudo que não foi realizado diretamente pela empresa e com isso identifica o valor do PIB.

O destaque nesta divulgação foi para o setor de serviços (crescimento de 0,8% no volume do valor adicionado), seguidos da indústria (0,2%). Agropecuária teve variação negativa (-0,1%).

Alexandre Tombini, presidente do Banco Central, avaliou que os números do PIB confirmam que “a economia brasileira se encontra em um ciclo sustentado de expansão”. Essa velocidade, segundo ele, está “em ritmo mais condizente com o equilíbrio interno e externo, além de seguir o cenário de convergência da inflação para 2012”.

O IBGE destacou que o crescimento do segundo trimestre na comparação com o primeiro foi menor que a expansão revisada de 1,2% do primeiro trimestre ante os últimos três meses de 2010 que apresentaram altas de 0,7%, 0,4% e 1,8%, respectivamente.

Na comparação com o segundo trimestre do ano passado, o PIB cresceu 3,1% e, dentre as atividades econômicas, destacou-se o aumento dos serviços (3,4%), seguido pela indústria (1,7%). Agropecuária não teve variação.

No acumulado de 12 meses, o crescimento foi de 4,7% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores. No primeiro semestre o PIB apresentou expansão de 3,6%. O PIB em valores correntes alcançou R$ 1,02 trilhão no segundo trimestre.

Fonte:Agencia Brasil