AL vai aprovar empréstimo de R$ 740 milhões para o VLT

O governador Silval Barbosa (PMDB) encaminhou uma mensagem à Assembleia Legislativa solicitando autorização para o Estado contrair empréstimo de R$ 740 milhões, junto à Caixa Econômica Federal, para investir no VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos). O modal de transporte coletivo foi escolhido pelo chefe do Executivo para Cuiabá e Várzea Grande, com vistas à Copa …

23/09/2011 10:02



O governador Silval Barbosa (PMDB) encaminhou uma mensagem à Assembleia Legislativa solicitando autorização para o Estado contrair empréstimo de R$ 740 milhões, junto à Caixa Econômica Federal, para investir no VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos).

O modal de transporte coletivo foi escolhido pelo chefe do Executivo para Cuiabá e Várzea Grande, com vistas à Copa do Mundo de 2014. O pedido vai ser avaliado pelos parlamentares na reunião do Colégio de Líderes, na terça-feira (27), às 15h, e poderá ser votado na sessão vespertina do mesmo dia.

“Já há uma conversa adiantada em relação a essa proposta do Estado e deve ser aprovada sem dificuldades. O assunto já foi discutido em audiência pública e está bastante claro aos parlamentares”, declarou o líder do Governo no Parlamento, deputado estadual Romoaldo Junior.

Conforme o secretário-chefe da Casa Civil, José Lacerda, o Estado vai explorar a capacidade de endividamento, avaliada em R$ 2,5 bilhões, para contrair o empréstimo e investir no VLT.

“O Estado vai optar pela melhor forma de pagamento e juros menores. A ideia é parcelar o pagamento dessa dívida, que será contraída no período de 20 a 25 anos”, revelou o secretário.

Um projeto de Parceria Pública Privada (PPP) também foi encaminhado à Assembleia Legislativa para aprovação. Pela proposta, o Estado vai firmar parceria com a iniciativa privada para investir em obras cujos projetos ultrapassam R$ 20 milhões. Os setores beneficiados serão transportes, infraestrutura, saúde e outros.

O presidente do Legislativo, deputado José Riva (PP), defende que o Estado firme uma parceria neste sentido para investir no VLT.

“Há várias empresas interessadas em investir, e o Estado ter uma participação menor. Podemos focar o investimento público em interligar municípios que não têm malha asfáltica e facilitar ainda mais o escoamento da produção agrícola”, disse.

Pelo planejamento do Estado, a ideia é lançar, na primeira quinzena de novembro, a licitação para contratar a empresa que vai executar as obras do VLT.

As obras estão previstas para iniciar no primeiro trimestre de 2012. O transporte escolhido para a Copa do Mundo vai funcionar em dois trechos, compreendendo a linha CPA/Aeroporto e Coxipó/Centro.

Fonte: Midianews