Dilma afirma que UE pode contar com Brasil para sair da crise

04/10/2011 09:17



A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira que a União Europeia (UE) pode contar com o Brasil para enfrentar a crise da dívida, no segundo dia da reunião de cúpula Brasil-UE.

“A UE pode contar com o Brasil”, disse a presidente em uma entrevista coletiva conjunta com o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy.

“É fundamental a coordenação política dos países para enfrentar este momento”, completou Dilma, no segundo dia da V Reunião de Cúpula UE-Brasil.

“A história nos mostra que a única saída para a crise é por meio do estímulo ao crescimento econômico, com políticas de estabilidade macroeconômica, combinada com políticas sociais”, afirmou a presidente aos europeus.

O Brasil integra o grupo dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que recentemente se declarou disposto a considerar, se necessário, um apoio, via FMI ou outras instituições financeiras internacionais, para enfrentar os desafios da estabilidade financeira mundial.

Para Dilma, é fundamental que os governos evitem a adoção de medidas que levem à estagnação e ao desemprego.  Segundo a presidente, uma das experiências negativas vividas pelo Brasil foi nos anos 80 e 90, quando foram adotadas ações que frearam o crescimento do país.

Ontem, ao lado do primeiro-ministro da Bélgica, Yves Leterme, Dilma sugeriu cautela aos países que vivem de forma mais intensa a crise econômica. Segundo ela, medidas severas podem levar à recessão e ameaçam a estabilidade social.

fONTE:jb





Tags: