Quase R$ 1 milhão são empregados em pontes de madeira

As regiões Centro-Norte, Centro-Oeste e Centro do Estado receberam investimentos de quase R$ 1 milhão na reforma e reconstrução de algumas pontes de madeira existentes nas rodovias não pavimentadas dos municípios de Feliz Natal; Nova Ubiratã; Santa Carmem; Alto Paraguai, São José do Rio Claro e Nova Mutum. São R$ 970 mil aplicados para a …

28/11/2011 11:51



As regiões Centro-Norte, Centro-Oeste e Centro do Estado receberam investimentos de quase R$ 1 milhão na reforma e reconstrução de algumas pontes de madeira existentes nas rodovias não pavimentadas dos municípios de Feliz Natal; Nova Ubiratã; Santa Carmem; Alto Paraguai, São José do Rio Claro e Nova Mutum. São R$ 970 mil aplicados para a garantia de acessibilidade a população e ao tráfego das regiões beneficiadas.

Em Feliz Natal (a 536 km ao Norte de Cuiabá) foram reconstruídas as pontes sobre os córregos Buriti com 16 metros de extensão e Água Funda com 12 metros, ambos na MT-225. No município de Nova Ubiratã (a 502 km ao Norte da Capital), foram reformadas duas pontes, ambas sobre o rio Von Den Steinen, uma localizada na MT-324 com 42 metros de comprimento e a outra com 120 metros na MT-130.

A ponte sobre o rio Tartaruga, com 50 metros de extensão na MT-422, do município de Santa Carmem (a 531 km ao Norte da sede administrativa do Estado) também foi reformada assim como a do rio Ranchão com 26 metros na MT-235 em Nova Mutum, município localizado a 264 km ao Norte de Cuiabá.

Alto Paraguai (a 218 km a Médio-Norte da Capital) foi o município que teve mais pontes reformadas e reconstruídas. Só na MT-409 foram três reformas sobre os córregos Tijucal, Mata Grande e Ararinha. As pontes possuem respectivamente 10, 8 e 8 metros de extensão. Na MT-409 ainda foi reformada e reconstruída a ponte de 47 metros sobre o rio Paraguai. Na MT-160 foi a ponte do córrego Tira Sentido, com 18 metros que passou por reforma.

Também na MT-160, mas no município de São José do Rio Claro (a 315 km a Médio-Norte de Cuiabá), a ponte de 18 metros de comprimento sobre o córrego Caju Doce foi reconstruída. E, na MT-235, passou por reforma a ponte sobre o córrego Buritizinho com 6 metros de extensão.

Fonte:Secom/MT