Estado investe mais de R$ 800 mil em pontes na região Noroeste de Mato Grosso

A Secretaria de Transporte e Pavimentação Urbana (Setpu) investiu mais de R$ 800 mil na reforma e reconstrução de sete pontes em cinco municípios da região Noroeste no período de janeiro a outubro de 2011. Os municípios atendidos a Noroeste de Cuiabá são Juína, Juruena e Aripuanã, distantes da capital 735 km, 880 km e …

30/11/2011 11:09



A Secretaria de Transporte e Pavimentação Urbana (Setpu) investiu mais de R$ 800 mil na reforma e reconstrução de sete pontes em cinco municípios da região Noroeste no período de janeiro a outubro de 2011. Os municípios atendidos a Noroeste de Cuiabá são Juína, Juruena e Aripuanã, distantes da capital 735 km, 880 km e 1002 km respectivamente. E a Médio-Norte Porto dos Gaúchos e Juara localizados a 663 km e 709 km da sede administrativa do Estado.

Luís Carlos Ferreira, engenheiro civil e fiscal da Superintendência e Manutenção de Rodovias da Setpu na região Noroeste conta que a população local é bem sofrida e que as intervenções do Estado são recebidas com muita gratidão. “Eles contam as horas para nos ver chegar”, lembrou Ferreira.

O fiscal ainda destaca a importância das pontes de madeira na vida da população do Noroeste. “No polo de Porto de Gaúchos temos 1.400 km de rodovias estaduais não pavimentadas, sendo que só em Juara são 800 km. Tem trecho de 160 km com 140 cortes de água, entre pontes e bueiros. As pontes de madeira são a garantia de acesso dessas pessoas”, afirmou o fiscal.

Sobre o córrego Azul, em Aripuanã, na MT-418, a ponte de 10 metros foi reconstruída e reformada. Em Porto dos Gaúchos, na MT-220, foi reformada a ponte sobre o rio Batelão de 75 metros de extensão e em Juara foram reconstruídos os 18 metros da ponte sobre o córrego Cabeceira na MT-325.

Em Juína duas pontes foram reconstruídas na MT-183. Uma sobre o rio Areia II com 20 metros de extensão e a outra sobre o rio Vermelho com 42 metros de comprimento. Na MT-170 em Juruena foram reconstruídas e reformadas as pontes sobre o córrego 14 Irmãos e Mico com 30 metros e 15 metros.

Fonte:Secom/MT