IICA e Embrapa recebem pré-propostas de 17 países na LAC-Brazil

16/03/2012 10:59



Duzentas e trinta e nove pré-propostas de 40 países africanos, latino-americanos e caribenhos foram recebidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e instituições internacionais parceiras para a Plataforma África-Brasil de Inovação Agropecuária e Plataforma América Latina e Caribe-Brasil de Inovação Agropecuária, mecanismos criados com a finalidade de financiar projetos voltados para o desenvolvimento e a inovação da agricultura, além de fortalecer as relações entre as organizações dos países envolvidos.

Para ambas as plataformas, que são coordenadas pela Secretaria de Relações Internacionais da Embrapa (SRI), o volume total de recursos é de US$ 1,7 milhão, sendo US$ 1,2 milhão para os projetos destinados aos países do continente africano e US$ 500 mil aos da América Latina e Caribe.

Segunda rodada: africanos aumentam a participação

Criada em 2010 e com projetos ainda em execução, a Plataforma África-Brasil (Africa-Brazil Agricultural Innovation Marketplace) recebeu um total de 140 pré-propostas, contra 80 recebidas na primeira rodada, há dois anos, quando o volume total de recursos foi de US$ 800 mil.

Das 140, quinze deverão ser selecionadas para o financiamento. O pesquisador da SRI Paulo de Camargo Duarte comenta que mais de 30 Centros de Pesquisa da Embrapa estão envolvidos na elaboração dos trabalhos dessa plataforma. “Pelo menos 50 pré-propostas deverão ir para a fase que chamamos de apresentação de proposta plena, quando serão selecionadas as 15 finalistas”, explica Duarte.

Vinte e três países do continente africano participaram dessa segunda edição da plataforma Brasil-África. Nigéria, Quênia, Etiópia, Tanzânia e Uganda estão entre os que inscreveram o maior número de trabalhos, em todas as áreas temáticas (no final da matéria você pode conferir cada um dos temas).

América Latina e Caribe têm 99 pré-propostas

Lançada em outubro de 2011, a Plataforma América Latina e Caribe-Brasil de Inovação Agropecuária (ou LAC-Brasil Agricultural Innovation Marketplace) recebeu de 17 países latinos americanos e caribenhos um total de 99 pré-propostas, distribuídas nas quatro áreas temáticas. Há participação de pelo menos 20 Centros de Pesquisa da Embrapa. Entre os países com maior número de inscrições estão a Argentina, Cuba e Costa Rica, havendo empate entre a Colômbia e o Peru.

Parcerias e áreas temáticas

Executadas pela Embrapa, em parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e o Forum para a Pesquisa Agrícola na África (FARA – sigla para Forum for Agricultural Research Africa), as plataformas são iniciativas que fazem parte dos esforços Empresa para internacionalização de suas atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

São parceiros nestas iniciativas: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) do Ministério das Relações Exteriores (MRE), o Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT), o Departamento de Desenvolvimento Internacional do Reino Unido (DFID), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Para saber outras informações sobre cada uma das plataformas entre nos hotsites:

Áreas temáticas

  • Tecnologias para aumentar a produtividade;
  • Melhoramento no manejo de recursos naturais;
  • Fortalecimento de políticas, instituições e mercados e manejo do conhecimento;
  • Tecnologias direcionadas para pequenos agricultores e alívio da pobreza.

Fonte:Portaldoagronegócio





Tags: