Máquinas começam a escavar a maior trincheira da Miguel Sutil

18/05/2012 16:12



Máquinas e caminhões ocuparam o trecho de 330 metros da Avenida Miguel Sutil entre o trevo de acesso ao bairro Jardim Leblon e o trevo da Avenida Dante de Oliveira (antiga Trabalhadores) e começaram a escavar a pista para construir a maior trincheira das obras de travessia urbana. No início da tarde desta quinta-feira (17.05) foram interditados totalmente os dois sentidos da avenida, providência necessária para garantir a segurança e a rapidez dos trabalhos.

A interdição foi coordenada pelo Batalhão de Trânsito da Polícia Militar e agentes de trânsito da Secretaria de Trânsito e Transportes de Cuiabá (SMTU), que se dividiram em cinco pontos. A PM apoiou os trabalhos no trevo da avenida Dante de Oliveira com a rua Benedito de Camargo, os agentes da SMTU coordenaram os pontos da rota alternativa pela avenida João Gomes Sobrinho e demais ruas adjacentes.

Com 915 metros no total, a obra foi dividida em três etapas. A primeira terá a duração de 90 dias e vai da rotatória do Jardim Leblon até a rotatória da avenida Dante de Oliveira. A segunda etapa compreende o trecho entre a rotatória da Dante de Oliveira e a rotatória da Gonçalo Antunes de Barros (Jurumirim). A  última etapa abrange o trecho entre a rotatória da Gonçalo de Barros e a Rua Safira, no bairro Bosque da Saúde.

O engenheiro de Tráfego e assessor Especial de Mobilidade Urbana da Secopa, Rafael Detoni, explicou que atualmente trafegam neste trecho no horário/pico aproximadamente 5.700 veículos. Dentro do critério de avaliação do Índice de Qualidade de Tráfego, o nível de serviço viário é medido com uma classificação correspondente entre a letra A a F, sendo A ótimo (livre) e F (saturado). Hoje a avenida Miguel Sutil nesse trecho trabalha com a classificação D e E e com a construção da trincheira, o fluxo de veículos conseguirá transitar numa classificação entre A e B.

Além dessa obra, a avenida Miguel Sutil terá no pacote de obras de travessia urbana a construção de mais duas trincheiras (Santa Rosa e Verdão) e do viaduto no trevo de acesso ao bairro Despraiado. A próxima obra a ter início será a construção da trincheira do Santa Rosa.

O secretário-adjunto de Infraestrutura da Secopa, Marcelo de Oliveira, explicou que as interdições são imprescindíveis para que se consiga executar a obra, não só por exigência da construção, mas também por motivo de segurança. “Pedimos a compreensão da população, e lembramos que após 25 anos a avenida Miguel Sutil vai receber as adequações e benfeitorias para que consiga dar fluidez à demanda exigida, por receber o fluxo de várias avenidas importantes como Jurumirim/Trabalhadores/Antártica/Lava-pés/avenida das Flores e Ciríaco Cândia”, afirmou Marcelo Oliveira.

OPÇÃO DE ROTAS

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTU), é responsável pela sinalização, desvios e coordenação do trânsito na Capital. Para essa interdição total foram definidas opções de rotas alternativas nos dois sentidos.

Os motoristas que trafegam sentido Coxipó/Rodoviária ao chegar no trevo do bairro Jardim Leblon obrigatoriamente vão ter que entrar à direita na rua Bela Vista, seguindo até o trevo da Arquimedes Pereira Lima, contornando para a rua Benedito de Camargo, saindo na avenida Dante de Oliveira e retornando à avenida Miguel Sutil.

Quem faz o trajeto no sentido rodoviária/Coxipó, segue até a rotatória da Av. Dante de Oliveira e entra à direita na avenida João Gomes Sobrinho. Depois segue pela rua desembargador Antônio Quirino/Ministro Fernando Mota até a rua Boa Viagem e retorna para a Miguel Sutil no trevo do Jardim Leblon.

Essas são as opções principais apresentadas pela SMTU, através do secretário Josemar de Araújo Sobrinho. Semáforos foram instalados e ruas pavimentadas para atender  a demanda do novo fluxo de veículos.

Fonte:Copanopantanal





Tags: