RGA – Servidores recebem 5% de reajuste

A prefeitura de Cuiabá concedeu reajuste de 5% nos salários dos servidores da capital. Essa é mais uma etapa vencida na atual gestão municipal. A Prefeitura de Cuiabá pagará os salários dos funcionários efetivos e comissionados no próximo dia 31 de maio (terça-feira), com acréscimo de 5%, a título de Reajuste Geral Anual. A folha …

21/05/2016 09:35



A prefeitura de Cuiabá concedeu reajuste de 5% nos salários dos servidores da capital. Essa é mais uma etapa vencida na atual gestão municipal.

A Prefeitura de Cuiabá pagará os salários dos funcionários efetivos e comissionados no próximo dia 31 de maio (terça-feira), com acréscimo de 5%, a título de Reajuste Geral Anual. A folha de pagamento do mês de abril foi de, aproximadamente, R$ 38 milhões líquidos. Para maio, os valores ainda estão sendo ajustados.

Conforme a secretária de Gestão, Ana Paula Villaça, o impacto no orçamento com o reajuste até o final do ano é estimado em R$ 10,7 milhões. “Esse valor não alcança funcionários da Educação, que têm data-base diferente. Por mês, o impacto é de R$ 1,1 milhão”, explicou a gestora.

A informação foi repassada às entidades sindicais do Município na quinta-feira (19), em reunião com os secretários municipais de Governo e Comunicação, Kleber Lima, de Planejamento, Guilherme Muller, além da secretária Ana Paula e representante da Procuradoria-Geral do Município.

Kleber Lima informou que será feito esforço fiscal e de gestão para cumprir a determinação do prefeito Mauro Mendes de que o pagamento dos salários seja sempre dentro do mês trabalhado. “Temos um cenário de crise econômica em todo o país, a administração municipal projeta déficit na ordem de R$ 56 milhões na arrecadação. Mesmo assim, o esforço já está sendo feito, desde 2014, para que possamos manter os pagamentos em dia”, disse.

secretário municipal de Governo e Comunicação, Kleber Lima
secretário municipal de Governo e Comunicação, Kleber Lima

Confira abaixo a íntegra do comunicado repassado às entidades sindicais.

 

COMUNICADO

A Prefeitura de Cuiabá vem espontaneamente à presença das entidades sindicais representativas de todas as categorias do funcionalismo público municipal expor o que segue:

Considerando o período da aplicação do Reajuste Geral Anual (RGA) dos salários dos servidores públicos municipais, efetivos e comissionados;

Considerando a responsabilidade desta gestão em se pronunciar sobre o assunto, mesmo sem ser provocado pelas categorias dos servidores;

Considerando o atual cenário de crise econômica nacional, resultando numa projeção de queda na arrecadação municipal e de déficit financeiro para o exercício de 2016 da ordem de R$ 56.000.000,00;

Considerando, ainda, o estoque de restos a pagar de gestões anteriores já pagos e a pagar até o final do atual exercício financeiro com recursos das receitas próprias do Município;

Considerando a exigência legal de cumprimento dos limites de gastos com pessoal, estabelecidos nos artigos 19 e 20 da Lei de Responsabilidade Fiscal, bem como a manutenção do equilíbrio financeiro das contas públicas, determinada expressamente pelo § 1o do artigo 1º da referida Lei;

Considerando, finalmente, que dezenas de estados e capitais brasileiras não terão condições financeiras para conceder o RGA aos seus respectivos servidores pelo agravamento da crise econômica que afeta o país e já dá claros sinais que chegou a Mato Grosso;

A Administração Municipal comunica às entidades sindicais do funcionalismo público municipal que, mesmo diante de tal cenário, fará um esforço fiscal e de gestão e concederá o índice de 5% nos subsídios de todos os servidores efetivos e comissionados a partir da folha de maio do corrente ano a título de Reajuste Geral Anual (RGA).

 

Por Carol Sanford da Secom-Cuiabá