Greve na Petrobras – Temer e Parente podem topar com primeira mobilização

Pedro Parente assume Presidência da estatal e funcionários da anunciam greve. Paralisação, marcada para 10 de junho, será a primeira sob o governo Temer O conselho de administração da Petrobras formalizou nesta segunda-feira a escolha de Pedro Parente como novo presidente-executivo da estatal. A previsão é que Parente assuma o posto ainda hoje, terça-feira (31), e …

31/05/2016 02:31



Pedro Parente assume Presidência da estatal e funcionários da anunciam greve. Paralisação, marcada para 10 de junho, será a primeira sob o governo Temer

O conselho de administração da Petrobras formalizou nesta segunda-feira a escolha de Pedro Parente como novo presidente-executivo da estatal.

A previsão é que Parente assuma o posto ainda hoje, terça-feira (31), e que a cerimônia de posse ocorra na quinta-feira, afirmou a fonte.

Parente, ex-ministro do Planejamento e da Casa Civil do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, substitui Aldemir Bendine no comando da estatal de petróleo.

Estreando com Greve

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) e seus sindicados de funcionários da Petrobras indicaram paralisação das atividades por 24 horas em 10 de junho, no que seria a primeira mobilização contra o governo do presidente interino Michel Temer e justo na estreia de Parente frente à estatal.

 

Da Redação com informações da Agência Reuter e Márcio Juliboni