A gangorra desta terça-feira no mercado – Ibovespa cai e dólar sobe

Atento à política, Ibovespa cai com pessimismo externo. Ministro da Fazenda propõe validade de 20 anos para teto de gastos públicos. Dólar sobe. Mais uma rodada de aversão ao risco no exterior pressiona o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo nesta terça-feira (14). Simultaneamente, o mercado aguarda o avanço no Congresso da medida que …

14/06/2016 10:48



Atento à política, Ibovespa cai com pessimismo externo. Ministro da Fazenda propõe validade de 20 anos para teto de gastos públicos. Dólar sobe.

Mais uma rodada de aversão ao risco no exterior pressiona o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo nesta terça-feira (14). Simultaneamente, o mercado aguarda o avanço no Congresso da medida que vai limitar a evolução dos gastos públicos. Neste momento, prevalece a tendência negativa do Ibovespa e o dólar opera perto da estabilidade.

A decisão do The Sun, jornal britânico mais vendido, de apoiar a saída do Reino Unido da União Europeia intensifica a aversão ao risco nos mercados, um dia antes da reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). Bolsas e commodities recuam com investidores migrando para títulos dos governos dos Estados Unidos e da Alemanha.

página do site britânico the sun

Sob intensa procura, o juro do título alemão de dez anos atingiu patamar abaixo de zero pela primeira vez na história. Isso quer dizer que investidores estariam dispostos a pagar ao governo para manter os papéis públicos em carteira. Em direção oposta, as cotações do petróleo recuam, com o barril vendido por menos de US$ 50, e o preço do minério de ferro caiu 4,4%, cotado a US$ 50,57 a tonelada. Isso pesa negativamente sobre as ações de Petrobras e Vale.

No Brasil, reportagem de O Estado de S. Paulo diz que o texto da proposta de emenda à Constituição encaminhado pelo Ministério da Fazenda ao presidente interino Michel Temer prevê a fixação de um teto para os gastos públicos por 20 anos.

A medida deve ser encaminhada ao Congresso “possivelmente” na quarta-feira (15), segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que, em cerimônia de posse de Ilan Goldfajn, novo presidente do Banco Central, endossou o esforço fiscal também no combate à inflação. Tudo dependerá, acrescentou, de o Congresso aprovar o programa fiscal do governo Temer.

Por volta de 10h10, o Ibovespa perdia 0,22%, aos 49.546 pontos.

No mercado de câmbio, o dólar tinha baixa de 0,07%, cotado a R$ 3,4834.

 

Da Redação com informações Gustavo Kahil, Weruska Goeking e Marcelo Ribeiro, jornalistas especialistas no mercado