Opinião – A voz dos animais

”A rentabilidade de um empreendimento voltado ao mundo pet é imensa. O Brasil disputa o topo do ranking mundial com os demais países” Os animais de estimação nunca tiveram em alta como nos últimos tempos. Diversas ONGs e entidades em defesa dos mesmos proliferam por todo quadrante. Muitas conquistas já estão em franca evolução. Os …

01/12/2019 00:02



”A rentabilidade de um empreendimento voltado ao mundo pet é imensa. O Brasil disputa o topo do ranking mundial com os demais países”

Os animais de estimação nunca tiveram em alta como nos últimos tempos. Diversas ONGs e entidades em defesa dos mesmos proliferam por todo quadrante. Muitas conquistas já estão em franca evolução.

Os bichinhos estão sendo protegidos por todo o tempo. Um parlamentar federal tem grande participação nisso tudo. É Fred Costa, a nova sensação nas redes sociais entre aqueles que defendem a causa.

São vários trabalhos apresentados por ele em diversas áreas. A que demonstra a força velada é a animal. Eles conquistam a cada dia um degrau em suas vidas. São protegidos por lei e pela família que os cria.

Fred Costa não descansa e vai aprimorando suas teses na plena e justa defesa dos animais. Eles agradecem a Fred Costa que não descansa em proporcionar vida digna aos quatro patas encantadores.

No mundo moderno acabaram os maus tratos através de leis rígidas aplicadas com severidade aos agressores. Elas se aprimoram para darem continuidade ao trabalho de conscientização para os humanos de que cuidar é preciso. O número de animais abandonados no Brasil ê imenso.

Muitos são deixados nas ruas pelos próprios donos que não desejam mais as suas companhias . Sofrem na penúria do dia e da noite. Muitos morrem no meio do caminho.

A rentabilidade de um empreendimento voltado ao mundo pet é imensa. O Brasil disputa o topo do ranking mundial com os demais países.

Muito justo num país onde a desigualdade social caminha pelas ruas e muitas das vezes no meio de cachorros e gatos.

Vale a pena conhecer um pouco mais do pensamento de Fred Costa. É um pensamento coeso de quem está no jogo pela causa animal. Não entrou para pedir muito menos empatar.

 

 

 

Por João Carlos da Silva