Análise/Denúncia – Os possíveis motivos da ”virada” de Mandetta

Negócios com a China pode ter virado a cabeça do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em conjuntos de atitudes soando como traição ao presidente Bolsonaro Por Mandetta ser o Ministro da Saúde do Bolsonaro, ao ouvirmos sua entrevista sobre o coronavírus antes de ontem, ficamos assustados. Contudo, parece que caímos numa cilada. Ou não. …

09/04/2020 00:01



Negócios com a China pode ter virado a cabeça do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em conjuntos de atitudes soando como traição ao presidente Bolsonaro

Por Mandetta ser o Ministro da Saúde do Bolsonaro, ao ouvirmos sua entrevista sobre o coronavírus antes de ontem, ficamos assustados. Contudo, parece que caímos numa cilada. Ou não. Como ter certeza? O Ministro não está obedecendo as ordens do Presidente em temas que envolvem centenas de vidas. Teimosia? Ouvimos a existência de dissonância entre os dois da boca de próprio Bolsonaro, durante a entrevista na Jovem Pan, apesar de também termos ouvido dele que ele gostaria de não precisar de trocar de Ministro.

Por causa disso, eu procurei algum texto que resumisse essa estranha disputa de queda de braço. E enviaram-me um texto escrito por Cyndi Gutlungen Barros que, segundo informaram-me, é uma esperta blogueira anti-comunista e militante contra o antissemitismo. É no texto dela que eu vou me basear. As palavras dela estarão entre aspas.

Cyndi nos lembra que “Mandetta não era a favor do isolamento social e defendia a HIDROCLOROQUINA até o dia 15 de março de 2020. Falava em proteger os mais velhos e ter bom senso”. Até aqui, o formigão tinha só seis patas e não se parecia em nada com uma vespa.

A partir do dia seguinte, Mandetta desceu e parece ter andado pelos túneis de valores e desvalores políticos e econômicos: ofertas ou ordens subterrâneas podem ter sido a causa de sua opinião se modificar e tornar-se contrária à diretriz do Presidente. Porque ele saiu do formigueiro com asas: “virou quarentenista, deixou de falar do remédio (HCQ)” que pode salvar vidas – e é isso que já tem feito, inclusive salvando o médico do inimigo Doria – “e do isolamento vertical que os epidemiologistas defendem”.

Espera! Abrindo um parêntese, por favor.

O Brasil está com problema de reconciliação entre identidade ideológica e partidos. Pessoas boas e ruins estão pulverizadas em partidos diversos, de direita, centro-direita, centro-esquerda e até esquerda disfarçada. Uma pluralidade desnaturada pela alta temperatura dos desvalores: nociva, por confundir o eleitor. Mandetta é do partido Democratas (DEM) que, só pelo nome, revela-se contrário à visão conservadora dos Republicanos, – e assim, um partido na prática de centro-esquerda ou esquerda – embora se definam como centro-direita, ou ainda um partido semelhante ao PSL, ao NOVO, ao PATRIOTA e ao PRTB, quatro partidos com liberais, neoliberais, positivistas e autênticos conservadores neles. O Governador mais leal ao Presidente é o de Minas Gerais, do partido NOVO, imagine. Um dos maiores inimigos é do PSC, um pastor evangélico, do Rio de Janeiro. Eu mesmo sou conservador até as raízes e estou me candidatando pelo PSL porque é o único partido em ordem em Piracicaba, onde o PRTB está lutando para se organizar e o PATRIOTA está nas mãos do PSDB. Percebeu a salada e o engodo?

Por esse motivo, no texto dela, Cyndi cata Mandetta e coloca-o no taxo das tanajuras golpeadoras: gente oportunista, camaleônica, capaz de deslealdade por interesses pessoais. E daí, ela continua:

“Essa virada do Caiado, outra decepção, não foi à toa; e Mandetta é da turma dele, até nos negócios. São donos de terras na região de Goiás onde há terras raras, por exemplo; e dessa região, eu entendo”.

Ok. Antes da gente continuar, vamos explicar o que são “terras raras”. Não se trata de terras difíceis de serem encontradas como o nome parece sugerir, e sim que contém elementos de minerais de grande importância econômica e tecnológica: elementos difíceis de serem extraídos de seus minerais. Porém, podem ser também ricas em novidades para a ciência. Quer exemplos? No Amazonas, o Brasil descobriu um pedra que estamos chamando de “waimirita”: mineral rico em ítrio, um elemento de terra rara; o primeiro fluoreto descrito no Brasil e o primeiro mineral descoberto no estado do Amazonas. Temos ainda o caso do cério, descoberto na região de Poços de Caldas, em Minas Gerais. E a “parisita”, com composição predominante em lantânio, em Novo Horizonte, Bahia. Observe: todos são descobertas: novos para a literatura! Com certeza, terão alguma aplicação; e a China está de olho em tudo isso e muito mais. Especialmente nas regiões já mapeadas como regiões de terras raras. De acordo com Hermi de Brito, professor do Instituto de Química da USP e especialista no estudo dos elementos terras raras, estes possuem utilidade nos mais diversos campos tecnológicos:

“Estão presentes nos conversores catalíticos dos automóveis, nas usinas petrolíferas, nos imãs de geradores elétricos, em bioensaios, lasers, displays, lâmpadas fluorescentes, LEDs, OLEDs. Algumas aplicações interessantes são, por exemplo, na área de comunicação por fibra óptica e na biomedicina.”

Terras Raras: Brasil é o segundo país com maior km2 ou hectares terras raras do mundo.

Entendeu? Ademais, continua ela:

“A China prometeu bilhões para poder ter acesso a terras raras em Goiás, onde ela pretende exercer a atividade da mineração. E os comunistas sabem que, com Bolsonaro, isso não iria rolar. Ele não deixaria a China levar minérios raros do Brasil.”

Desgraçados comunistas!

“O que ela fez? Segundo informações para mim seguras, a China comprou muitos governadores, deputados e políticos diversos, de partidos como DEM e PSDB.”

Nossa! Isso é uma possibilidade grave. Traição na lata!

“Estamos no meio de um golpe patrocinado pela China”.

Que coisa…

“Trump pediu para o Bolsonaro enviar as FFAA para cercar a Venezuela”.

Opa.

FFAA – Forças Armadas (Brasileiras)

Trump e Bolsonaro se falam por telefone: todos os dias. Os Mariners já estão na América do Sul e pretendem protegê-la do Comunismo.

Assim seja!

Tropa de Mariners na Venezuela.

E encerra:

“Entenderam o medo e a pressa dos governadores de Goiás, Rio, São Paulo e Santa Catarina?”

Minha Nossa Senhora.

Valeu pelo resumo, Cyndi!

Se puder envie-nos as fontes.

Eu li tudo isso ao longo do tempo, sei que há fatos e possibilidades prováveis, mas seria legal incluir aqui as fontes, se possível.

Desafiador, não é? Eu sinto até náusea, dor de cabeça, gastrite… Eu quero justiça e freio do trabalho dessa gente revolucionária toda. Misericórdia, meu Deus. Proteja nosso Presidente que, a meu ver, é um milagre histórico.

 

Aviso: não publicamos fake news. Isso se trata de uma denúncia da Cyndi acompanhada de considerações minhas em cima das denúncias dela; e merece sua reflexão e busca por informações. Mesmo porque, como sempre repetimos em cada postagem, nossas opiniões vão mudando de acordo com as informações que recebemos.

 

 

 

Por André Luís Roque Cardoso no blog Conservadorismo Brasil – Piracicaba