Balanço: Gestão municipal entrega obras de mobilidade que ficarão como legados na história

Foram instalados semáforos inteligentes nas principais avenidas da cidade, estações climatizadas, entre outas ações

04/01/2021 13:04



Modernidade
Logística urbana
Dignidade à população
Tecnologia e sustentabilidade

Estações climatizadas: uma das mais modernas do país.

No decorrer desses quatro anos da gestão Emanuel Pinheiro, melhorias foram feitas e entregues a população cuiabana no que diz respeito ao trânsito e a mobilidade urbana. A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) no uso de suas atribuições encerra a atual administração e deixa muitos legados à população cuiabana.

Estações climatizadas: praça Bispo Don José, dignidade para mais de 35 mil usuários diariamente.

Foram instalados semáforos inteligentes nas principais avenidas da cidade, estações climatizadas de ônibus movidas à energia solar, pontos de ônibus sustentáveis com bibliotecas, reformas de passarelas, dentre outros.

“Fizemos muito, mas não tudo. Quatro anos, realmente passa muito rápido. Mas a mobilidade andou muito neste tempo. Fomos reconhecidos em todo o país por conta das intervenções, passarelas, entre outros. O legado que deixamos hoje, principalmente na parte de mobilidade, é de que quando se quer fazer, faz. Não tivemos nenhum plus aqui, é a pasta que cuida do trânsito de todos os tempos. O prefeito olhou muito para a parte de acessibilidade, mobilidade”, disse o secretário municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo.

O secretário argumentou que, desde que você sai de casa, está mexendo na mobilidade. O grande desafio, segundo ele, é voltar a fazer a pirâmide da mobilidade ficar de cabeça para cima. Hoje, os veículos foram colocados à frente dos pedestres, ciclistas e do coletivo. “Por isso que eu não perdoo carro em calçada, em vaga de idoso, trancando garagem. A prioridade sempre tem que ser o pedestre, o coletivo. Estou com o sentimento de dever cumprido. Pedi para fazer uma pesquisa de satisfação da sociedade e o resultado foi ótimo. Eu me dou por satisfeito, o próximo piloto da nave é o prefeito que decide.”, completou o secretário.

Questionado sobre o que sentiu falta de fazer, o secretário tem a resposta pronta. “Eu queria ter aberto o túnel da Trigo de Loureiro, mas não tive tempo. Cheguei a pedir o projeto para o Governo do Estado. O túnel está pronto, só falta terminar pouca coisa. Infelizmente, não deu para esta gestão, seria mais uma obra para melhorar o trânsito”.

FAIXA VERDE – Entretanto, algo também muito aguardado, mas que obteve êxito antes de encerrar a gestão, foi a licitação do projeto “Faixa Verde¨.

O processo licitatório para escolha da empresa que será responsável pela administração do Estacionamento Rotativo, denominado “Faixa Verde” será aberto no dia 15 de janeiro de 2021.

A tratativa de seleção será realizada em sessão pública, no auditório da Prefeitura, a partir das 9 horas para manifestação das empresas interessadas. A informação do processo administrativo de nº 035.629/2020 foi publicada no Edital de Licitação de Concorrência nº 008/2020/PMC que prevê a concessão onerosa na modalidade de concorrência para gestão do estacionamento rotativo digital pago, denominado “Faixa Verde”, por um período de dez (10) anos. O prazo segue o apontamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

De acordo com o que está no edital, artigo 6.6 que dispõe sobre a área de abrangência da concessão onerosa inicialmente de 5.645 vagas, considerando uma taxa de ocupação média de 40%.

PASSARELA RODOVIÁRIA – Uma das principais obras entregues e que merecem destaque, segundo o secretário, foi a passarela entregue em frente ao Terminal Rodoviário Cássio Vieiga de Sá. Um sonho antigo e esperado por mais de vinte anos, sempre dentro do planejamento de outras gestões, porém nunca concluídos.

Totalmente iluminada, coberta, com dois elevadores panorâmicos, que proporciona acessibilidade aos usuários, a estrutura garante mais segurança aos pedestres e ainda ajuda a desafogar o trânsito na região.No local, foram instalados guarda-corpo nas rampas, estruturação dos vidros (nas torres dos elevadores), instalação das tubulações elétricas e todas as adequações viárias necessárias no entorno da rodoviária. No intuito de coibir a passagem pelo canteiro central, foram instalados gradis metálicos, iluminação de LED, fomentando a realização de uma travessia segura.
A passarela resolveu um dos principais gargalos do trânsito cuiabano na Avenida Marechal Deodoro. Dados apontam que desde a entrega, melhorias em torno de 50%, principalmente nos horários de pico, foram relatados pela população e pelos comerciantes daquele entorno. “Válido lembrar que, apenas a passarela não irá resolver todos os problemas da região. O trânsito é um assunto que deve ser trabalhado agora, durante e depois, levando em consideração o princípio da continuidade. Vários projetos estão em andamento, como a construção da direita livre para quem sobe e o enlargamento e a duplicação das vias. Muito ainda há que ser feito naquela localidade”, reforçou Figueiredo.

LICITAÇÃO – Outro ponto em evidência está a licitação do transporte coletivo, considerada como “menina dos olhos”.
A licitação do transporte coletivo foi encerrada no final de 2019. As linhas de ônibus foram divididas em quatro lotes, arrematados por quatro empresas distintas. São elas: Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA e Viação Paraense LTDA. As vencedoras deverão investir em melhorias para o sistema ao longo de 20 anos, prorrogáveis por mais cinco. O certame estabeleceu a idade média dos veículos de 5.5 anos. A partir da assinatura, as vencedoras tinham até 180 dias para que começassem a atuar na cidade. Ou seja, os empreendimentos tinham até junho para realizar todas as adequações exigidas. Por conta da pandemia do novo corona-vírus, o contrato emergencial firmado com as atuais empresas foi prorrogado, a fim de garantir o atendimento à população.

NOVIDADES– Frota atual- 369 veículos; 40 % da frota climatizada; em até 05 anos 100%; expansão do atendimento à zona rural; implantação de mais dois terminais de integração, no Coxipó e CPA, três novas estações climatizadas, nos bairros Pedra 90, CPA I e CPA 3; Serviço Buscar 100% climatizado; 100% da frota com acessibilidade para PCD, sendo elevadores e vagas reservadas; Câmeras de segurança instaladas nos veículos (quatro internas e uma externa); 100% da frota monitorada por meio da Central de Monitoramento instalada na Semob.
As estações seguem os padrões já instalados na Alencastro, Ipiranga e Bispo, contando com energia solar, assentos exclusivos, carregador de celular, carregador Wi-Fi e TV com informações sobre a chegada dos veículos. A conservação destas estruturas, assim como a dos terminais ficará sob responsabilidade dos  concessionários.
De acordo com levantamento apresentado pela Diretoria de Transportes da Semob, durante a gestão, cerca de 100 veículos foram substituídos. Do montante da frota atual, foram adquiridos 04 ônibus articulados.

NOVOS ABRIGOS – A Prefeitura de Cuiabá por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), já realizou a substituição ou instalação de mais de 300 abrigos destinados a embarque e desembarque dos passageiros do sistema de transporte público.
O processo foi iniciado em março e evidencia o compromisso para melhoria da mobilidade urbana e atendimento. De acordo com a Diretoria de Engenharia da Semob, até o final desse ano, estão previstas 400 implantações e 300 remoções.
O projeto adota conceitos de sustentabilidade e possibilita maior conforto aos usuários. As estruturas foram projetadas com designer moderno, cobertura e assentos, além de um espaço reservado à pessoa com deficiência.
Os mais recentes abrigos implantados estão localizados nas regiões Central tais como Morro da Luz, em frente ao Espaço Ganha tempo, próximo à Praça Ipiranga, Republica, Ipiranga e Avenida Tenente-Coronel Duarte (Prainha), além das avenidas Comandante Costa, Coronel Escolástico, Historiador Rubens de Mendonça, em frente ao Hospital de Câncer, General Mello, Lavapés, Tenente Coronel Duarte, Fernando Côrrea, região da Rodoviária, próximo onde foi construída a passarela. o trabalho foi executado ao longo da Avenida das Torres, Palmiro Paes de Barros, Archimedes Pereira Lima e  Rui Barbosa dentre outras. “Trata-se de uma ação que evidencia o compromisso da gestão Emanuel Pinheiro. A prestação de um serviço de qualidade à população”, salientou.

SEMÁFOROS INTELIGENTES – Com o objetivo de garantir maior segurança e trafegabilidade dos condutores, a Prefeitura de Cuiabá implantou no início de 2018, os Semáforos Inteligentes. Com esse novo serviço  nos principais cruzamentos da Capital, as ocorrências para manutenção dos equipamentos reduziram 40,1%. Cuiabá conta atualmente com 103 conjuntos semafóricos inteligentes em pleno funcionamento. Todo o processo de equipagem foi conduzido pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) sendo essa a pasta responsável pela condução dos trabalhos.
Os chamados semáforos Inteligentes integram um Sistema de Controle de Tráfego Adaptativo em Tempo Real (SPINNAKER), ou seja, um software americano que acompanha a situação do tráfego de veículos em tempo real, comunicação entre o controlador e a central semafórica e visualização dos alarmes acusando defeito no cruzamento semaforizado e 110 (cento e dez) Controladores Eletrônicos Micro-processados.

CICLOVIAS – Cuiabá conta hoje com 57,8 km km de ciclovia e ciclo-faixa implantadas em Cuiabá. As mesmas estão distribuídas em diferentes pontos da cidade, dentre eles: Avenidas Arquimedes Pereira Lima- 6,60 km; CPA 3- 2,1 km; Avenida das Torres-24,80km; Tatsumi Koga- 5,20 km; Parque Tia Nair- 1,10 km; Parque das águas- 2,50 km; Córrego do barbado – 2,55 km; MT 251- 3,60 km; MT 010- 3,6 km.

CANTEIRO DE OBRAS – Considerada uma das mais movimentadas da região, a Avenida Tatsumi Koga, no bairro Nova Esperança,  recebeu serviços de drenagem parcial de águas pluviais evitando  alagamento, sarjetas, instalação de meio-fio e calçadas, assim como a implantação de sinalização viária horizontal e vertical ao longo de 3,7 quilômetros. A região também recebeu a implantação de novos abrigos para usuários do transporte público.
Paralela a tradicional Avenida Tatsumi Koga, foi também entregue uma nova via duplicada que recebeu todas as intervenções necessárias para garantir avanços na mobilidade urbana na região. O trabalho foi executado em uma extensão de aproximadamente dois quilômetros. Além da pavimentação asfáltica, foi construída toda rede de drenagem de águas pluviais, sarjeta, instalação de meio-fio e sinalização horizontal e vertical. Ainda na região, também recebeu benfeitorias, a rotatória da Avenida das Torres com serviços de readequação viária ligando os bairros Pedra 90 ao Pascoal Ramos.
Em fase de conclusão, a Prefeitura de Cuiabá também atua em trecho urbano da rodovia Palmiro Paes de Barros, que passa por recuperação completa da malha viária e da sinalização. Por conta do recesso de fim de ano, a empresa responsável fez uma pausa e informou  que os trabalhos serão retomados já no início do mês de janeiro de 2021.

Prefeito reeleito da capital, Emanuel Pinheiro (MDB) na entrega da passarela da Rodoviária, ligando os bairros Alvorada e Consil

“Em quatro anos, Cuiabá vai receber 40 anos de progresso na mobilidade urbana. Temos como exemplo, a obra da passarela, toda iluminada, com elevadores panorâmicos e que estava parada há mais de vinte anos. Em quatro anos, a gestão entregou a população quatro viadutos. Isso é a marca da gestão humanizada que trabalha para atender os principais anseios da população”, concluiu.

 

 

 

 

Da assessoria por Caroline Miranda