Valtenir (PSB) aceita aliança se a chapa for encabeçada por Mauro Mendes

Principal aposta do PSB para a disputa ao Governo de Mato Grosso, o empresário Mauro Mendes disse ontem que o movimento “Mato Grosso Muito Mais” – integrado ainda pelo PDT, PPS e PV – está aberto ao diálogo com o grupo político liderado pelo governador Blairo Maggi (PR). As informações são do Diário de Cuiabá. …

09/03/2010 12:22



Mauro Mendes e Valtenir

Principal aposta do PSB para a disputa ao Governo de Mato Grosso, o empresário Mauro Mendes disse ontem que o movimento “Mato Grosso Muito Mais” – integrado ainda pelo PDT, PPS e PV – está aberto ao diálogo com o grupo político liderado pelo governador Blairo Maggi (PR). As informações são do Diário de Cuiabá.

Presidente da legenda em Mato Grosso, Valtenir Pereira reafirmou a posição, alertando, no entanto, que qualquer união entre os blocos só será concretizada tendo o empresário como cabeça-de-chapa, informa a repórter Sônia Fiori.

Na noite de ontem, em reunião realizada na sede do PSB em Cuiabá, Mauro, Valtenir e representantes do PDT e do PV discutiram as conjecturas políticas com vistas às eleições de 2010.

O encontro também foi motivado pela aproximação de Mauro com o grupo liderado por Maggi e pelo vice-governador e candidato ao governo, Silval Barbosa (PMDB), ocorrido na quarta-feira passada. Coube ao empresário discorrer sobre sua conversa com o chefe do Executivo estadual e Silval.

Mauro destacou que o importante nesse contexto são os debates em torno da construção de um programa inovador de desenvolvimento para o Estado. Nesse sentido, admitiu a abertura de novos entendimentos com legendas como o PR e o PMDB, além do PT. Todavia, foi enfático ao afirmar que “qualquer decisão, a respeito de projeto político e de alianças, será tomada entre os partidos que compõem o movimento”.

O presidente do diretório regional do PPS, Percival Muniz, fez parte das discussões por meio de vídeoconferência. O dirigente partidário, que estava no interior do Estado, destacou a necessidade de analisar profundamente os passos a serem dados – alertando para a necessidade de o bloco fortalecer seu projeto.

De acordo com Valtenir, não há previsão de um possível encontro com os representantes do PR e do PMDB.

Ele fez questão ainda de acrescentar que estão mantidos os planos do movimento de lançar eventual candidatura de Mauro Mendes ao comando do Palácio Paiaguás. A previsão é de que o empresário anuncie até o fim deste mês sua decisão de pleitear ou não o governo. Informações destacam a crença de Valtenir de que o empresário confirma a liderança de majoritária.

Mauro explicou ainda que a reunião de ontem também serviu para avaliar a “peça publicitária”, trabalhada por profissionais de comunicação para o programa de governo defendido pelo grupo. No entanto, avisou que os trabalhos estão restritos ao conteúdo do projeto e que as ações não se reportam a campanha política.

O secretário de organização do PDT, Rodrigo Rodrigues, disse que o partido acentua nos próximos dias os trabalhos para a elaboração de propostas para a evolução de setores como o da geração de emprego e renda.

O PDT, no entanto, torce para que o procurador da República Pedro Taques se filie ao partido. Dessa forma, a legenda e o grupo terão mais força para alinhavar as costuras políticas para o pleito.

(Fonte: Mídia News)