Dilma Rousseff cancela visita pra apresentar ferrovia

O município de Lucas do Rio Verde se prepara para receber cerca de 30 prefeitos de diversas cidades mato-grossenses que estarão na audiência pública, nesta 2ª feira, onde o governo federal apresentará o projeto de costrução da Ferrovia Centro-Oeste, que prevê um ramal em Lucas para escoar a safra agrícola até o porto em Rondônia. …

13/03/2010 18:44



A solenidade está marcada para às 9h

O município de Lucas do Rio Verde se prepara para receber cerca de 30 prefeitos de diversas cidades mato-grossenses que estarão na audiência pública, nesta 2ª feira, onde o governo federal apresentará o projeto de costrução da Ferrovia Centro-Oeste, que prevê um ramal em Lucas para escoar a safra agrícola até o porto em Rondônia. A solenidade está marcada para às 9h, em uma faculdade. Hoje de manhã, o governo estadual informou que a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, cancelou a visita. O presidente do DNIT, Luiz Pagot, fará a apresentação. O ministro interino dos Transportes, Paulo Sérgio, estará no evento. “O governador Blairo chega nesta domingo”, disse.

Conforme o prefeito, as principais multinacionais do agronegócio designarão executivos e diretores para conhecerem o projeto. “Nós vamos viver um momento ímpar em Lucas do Rio Verde, com a presença de governadores, senadores, deputados estaduais, federais e autoridades do exterior, como por exemplo empresários da Ásia que já confirmaram presença”, disse Marino. Ele acrescentou que diversos problemas do setor produtivo de Mato Grosso serão resolvidos quando a logística for melhorada. Atualmente, a única via para escoar soja, milho, algodão, carne, madeira e demais produtos das regiões Norte e Médio Norte é via BR-163 até portos em Santos em Paranaguá – ambos com aproximadamente 1,5 mil km de distância e com frete considerado caro. Lucas, por exemplo, é campeão na produção de milho safrinha. Sorriso é maior produtor nacional de soja.

A ferrovia, com previsão do governo para ser feita em 4 anos, pode agilizar o escoamento e dimunir custos de transporte. O plano é fazer 1.602 quilômetros de trilhos entre entre Uruaçu (GO) e Vilhena (RO). No “meio do caminho” haverá um ramal em Lucas do Rio Verde. O trecho terá entroncamento com Ferrovia Norte-Sul na cidade de Uruaçu, cruzará o estado de Mato Grosso no sentido leste-oeste e chegará até Vilhena. Entre Uruaçu e Lucas do Rio Verde a ferrovia terá a extensão de 1.004 km. Já para o trecho entre Lucas-Vilhena serão com 598 km. A projeção é investir R$ 6,4 bilhões e o governo diz que estarão garantidos os recursos no PAC 2.

Este mês e em abril também haverá audiências públicas em Água Boa (Mato Grosso), Ruruaçu e Vilhena para detalhar o projeto. A primeira é em Lucas.

(Fonte: Mídia News)