Governo Federal apresenta projeto da nova ferrovia

A construção de 1.602 quilômetros de ferrovia entre Uruaçu/GO e Vilhena/RO é uma das metas do Governo Federal, para os próximos quatro anos. Trata-se da Ferrovia de Integração Centro-Oeste, cujo projeto é elaborado com recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, pela VALEC – Engenharia, Construções e Ferrovias, empresa pública, vinculada ao Ministério …

13/03/2010 12:30



A construção de 1.602 quilômetros de ferrovia entre Uruaçu/GO e Vilhena/RO é uma das metas do Governo Federal, para os próximos quatro anos. Trata-se da Ferrovia de Integração Centro-Oeste, cujo projeto é elaborado com recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, pela VALEC – Engenharia, Construções e Ferrovias, empresa pública, vinculada ao Ministério dos Transportes. O trecho terá entroncamento com Ferrovia Norte-Sul na cidade de Uruaçu/GO, cruzará o estado de Mato Grosso no sentido leste/oeste e chegará até Vilhena/RO. A Ferrovia de Integração Centro-Oeste é a primeira parte de um projeto gigantesco, a Ferrovia Transcontinental (EF-354). No Plano Nacional de Viação a EF-354 é planejada com 4.400 quilômetros de extensão. Ela segue de Uruaçu/GO para o leste, passando pelo Distrito Federal, Minas Gerais até o litoral fluminense. Para o oeste o plano indica um caminho de Vilhena/RO rumo ao Acre até a divisa fronteira com o Peru. Entre Uruaçu/GO e Lucas do Rio Verde/MT a ferrovia terá a extensão de 1.004 quilômetros. Até o ano de sua conclusão (2014) a previsão é de investir R$ 4,1 bilhões. Já para o trecho entre Lucas do Rio Verde/MT e Vilhena/RO (com 598 quilômetros), deve ser investido o total de R$ 2,3 bilhões. Os recursos para a construção serão incluídos na segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento – (PAC 2). Os estudos preliminares, o EIA/RIMA e o projeto básico da Ferrovia de Integração Centro-Oeste foram iniciados no ano passado, dentre as ações definidas pelo Ministério dos Transportes. Sua execução ficará sob a responsabilidade da VALEC, como uma das obras do novo Plano de Aceleração do Crescimento, programado pelo Governo Federal. Segundo o presidente da Empresa, José Francisco das Neves, as obras devem começar no próximo ano. Por se conectar com a Norte-Sul, a ferrovia de Integração Centro-Oeste dará novo impulso para o desenvolvimento dos estados de Mato Grosso, Rondônia e o sul dos estados do Pará e Amazonas, principalmente com a produção de grãos, açúcar, álcool e carne. “Com a redução dos custos no transporte de cargas, com acesso mais rápido a vários portos, a região deve atrair grandes projetos e investimentos da iniciativa privada e, por conseguinte, gerar empregos, renda e melhoria da qualidade de vida para os habitantes”, comenta Luiz Antônio Pagot, Diretor Geral do DNIT, entusiasta da expansão da malha ferroviária brasileira. Apresentação pública – A Ministra Chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, fará a apresentação do projeto da Ferrovia Centro-Oeste em evento marcado para o dia 15 de março, em Lucas do Rio Verde/MT. Outras apresentações, sem a presença da Ministra, estão marcadas para as cidades de Vilhena/RO, Água Boa/MT e Uruaçu/GO. Elas contarão com a participação do Secretário Executivo do Ministério dos Transportes, Paulo Sérgio Passos do Ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes do presidente da VALEC, José Francisco das Neves dos diretores do DNIT, Luiz Antonio Pagot e da ANTT, Bernardo Figueiredo dos governadores de Mato Grosso, Blairo Maggi, de Goiás, Alcides Rodrigues (ambos no evento de Lucas do rio Verde) de Rondônia, Ivo Cassol e do Acre, Binho Marques (ambos no evento de Vilhena), além de líderanças municipais. Os principais objetivos das apresentações públicas são mostrar detalhes do projeto, discutir com os municípios envolvidos a inserção deles no traçado, bem como a participação de cada um no desenvolvimento regional com base nas perspectivas futuras. As apresentações programadas são: – Em Vilhena/RO, no dia 13 de março – às 9h30 Local: Sede da Associação Vilhenense de Educação e Cultura – Av. Liliana Gonzaga, 1265, Nova Vilhena. – Em Lucas do Rio Verde/MT, dia 15 de março – às 9 horas Local: Auditório da Faculdade Lasalle – Av. Universitária, 2002, Bairro Bandeirante. – Em Água Boa/MT, dia 16 de abril – (horário e local a ser confirmado) – Em Uruaçu/GO, dia 17 de abril – (horário e local a ser confirmado) (Fonte: Aprosoja)