Mauro assume pré-candidatura ao governo, pelo PSB

O empresário e presidente da Fiemt (Federação das Indústrias de Mato Grosso), Mauro Mendes, anunciou, esta manhã, na Assembleia, que aceita ser pré-candidato a governador, pelo PSB, e pela coligação “Movimento Mato Grosso Mais”. Agora, há 3 pré-candidatos “assumidos” no Estado: Silval Barbosa, Wilson Santos e Mauro Mendes. O empresário esteve, no final de semana, …

16/03/2010 16:19



Mauro Mendes: pré-candidato a governador, pelo PSB

O empresário e presidente da Fiemt (Federação das Indústrias de Mato Grosso), Mauro Mendes, anunciou, esta manhã, na Assembleia, que aceita ser pré-candidato a governador, pelo PSB, e pela coligação “Movimento Mato Grosso Mais”. Agora, há 3 pré-candidatos “assumidos” no Estado: Silval Barbosa, Wilson Santos e Mauro Mendes. O empresário esteve, no final de semana, no Rio de Janeiro, onde se reuniu com o presidenciável Ciro Gomes e a cúpula do partido. Mauro foi cortejado pelas lideranças e orientado a assumir que pretende disputar o governo. Já houve manifestações do PDT em formar coligação e apoiá-lo. Uma parte do PPS também quer estar com ele (a definição sai dia 15 porque existe uma ala defendendo apoio para Wilson Santos).

Ele classificou a pré-candidatura como “imenso desafio” e que buscará entender as principais necessidades para Mato Grosso, apontando que a saúde deve ser prioridade. Mauro deixou claro que tem estilo próprio de administrar e fazer política. Declarou que é admirador de Blairo mas reconheceu que seu antecessor, Dante de Oliveira, teve “muitas qualidades” quando governou o Estado.

No anúncio, ele esteve acompanhado do presidente estadual do partido, Valtenir Pereira. Mauro espera contar ainda com o PV e PMN na sua coligação. Mauro já havia descartado ser candidato a vice na coligação que deve ter Silval Barbosa (PMDB) ao governo. Também não quer disputar o Senado. Já discutiu este assunto com Silval e Blairo Maggi e luta para montar a “fretinha” e disputar as eleições. Mauro Mendes já concorreu, duas vezes, a prefeito na capital e anda empolgado com resutados de pesquisas internas que apontariam um percentual “animador”.

(Fonte: Só Notícias)