“O processo eleitoral se enriquece”, diz Blairo sobre a candidatura de Mendes

O governador Blairo Maggi (PR) avaliou como “importante” a  pré-candidatura do empresário Mauro Mendes (PSB), anunciada hoje pela manhã. “O processo eleitoral se enriquece, o Estado ganha com isso, pois é mais um candidato que tem potencial, conhecimento e espero que ajude num debate amplo e construtivo entre os candidatos, que indique os rumos de …

17/03/2010 12:02



Blairo e Mendes

O governador Blairo Maggi (PR) avaliou como “importante” a  pré-candidatura do empresário Mauro Mendes (PSB), anunciada hoje pela manhã. “O processo eleitoral se enriquece, o Estado ganha com isso, pois é mais um candidato que tem potencial, conhecimento e espero que ajude num debate amplo e construtivo entre os candidatos, que indique os rumos de Mato Grosso nas próximas décadas”, afirmou.

Maggi afirmou respeitar a decisão, que, para ele, faz parte da democracia. “A decisão está tomada. No último encontro que tivemos, recentemente, o Mauro me disse que ainda não havia decidido se entraria ou não na disputa. No entanto, no final da tarde de ontem, ele me ligou, comunicando que havia tomado a decisão. Dessa forma, tenho que respeitar e entendo que a candidatura amplia o discurso, enriquece o debate. E o resultado, claro, cabe ao povo”, afirmou o governador.

Mauro Mendes chegou a ser cotado para compor a chapa majoritária encabeçada pelo vice-governador Silval Barbosa (PMDB), após conversas restritas, com a participação do próprio Blairo Maggi. No entanto, o empresário descartou a possibilidade e lançou sua pré-candidatura.

A definição foi tomada durante uma reunião da cúpula nacional do PSB, que aconteceu no Hotel Rio Othon Palace, no Rio de Janeiro, no último dia 12. Participaram do encontro o principal líder da legenda, deputado federal Ciro Gomes (CE), e o presidente da Comissão Executiva Nacional, governador Eduardo Campos (PE).

Mendes será o candidato da coligação “Movimento Mato Grosso Mais”, que conta com o apoio de outras siglas, como o PPS, PDT, PV e PMN. Além disso, ele irá buscar o diálogo com mais partidos, na tentativa de ampliar o apoio para o seu projeto.

Filiado ao PR, o empresário disputou a Prefeitura de Cuiabá em 2008, chegando ao segundo turno, mas não conseguiu bater Wilson Santos (PSDB), que disputava a reeleição e que obteve 175.038 mil votos válidos, contra 114.432 de Mendes. Desde então, passou a ter seu nome cotado para disputar cargos majoritários, uma vez que tem perfil executivo.

Pré-candidatos

Na disputa pelo Palácio Paiaguás, Mauro Mendes enfrentará o candidato da base aliada de Maggi, Silval Barbosa, e o prefeito Wilson Santos, que renuncia o cargo no próximo dia 31.

A candidatura de Silval é considerada natural, uma vez que assume o Governo no dia 1° de abril. O nome do Wilson surgiu após a realização de uma pesquisa quantitativa, conforme acordo com o DEM do senador Jaime Campos.

(FOnte: Mídia News)