Desemprego sobe pelo segundo mês seguido

A taxa de desemprego registrou sua segunda alta consecutiva em fevereiro, e alcançou 7,4%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quinta-feira (25). Em dezembro, o indicador alcançara a mínima recorde de 6,8%. Em janeiro, a taxa era de 7,2%. Apesar da alta na comparação com janeiro, o nível de …

25/03/2010 16:10



A taxa de desemprego registrou sua segunda alta consecutiva em fevereiro, e alcançou 7,4%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta quinta-feira (25). Em dezembro, o indicador alcançara a mínima recorde de 6,8%. Em janeiro, a taxa era de 7,2%.

Apesar da alta na comparação com janeiro, o nível de desemprego segue abaixo do registrado no mesmo mês de 2009, de 8,5%. A taxa de 7,4% também é a menor para já registrada para um mês de fevereiro, de acordo com o IBGE.

O Instituto estimou em 1,7 milhão o número de pessoas desempregadas nas seis regiões metropolitanas pesquisadas (Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre), o mesmo registrado em janeiro. Frente a fevereiro do ano passado, o número mostra um recuo de 11,3%.

A população ocupada também ficou estável na passagem de janeiro para fevereiro, em 21,7 milhões de pessoas. Entre os grupamentos de atividade, houve queda apenas em serviços domésticos, de 3,4%. Frente a fevereiro de 2009, houve alta de 3,5% no número de pessoas ocupadas, um acréscimo de 725 mil postos de trabalho.

Rendimento
Apesar da alta no desemprego, o rendimento médio real dos trabalhadores cresceu 1,2% em fevereiro frente a janeiro, e alcançou R$ 1.398,90. O rendimento médio real domiciliar per capita também teve elevação, de 0,8% na comparação com o mês anterior, para 924,50.

(Fonte: G1)