Governador define rumos das ações, pede rigor nas contas e lança PACs

O governador Silval Barbosa informou, na primeira reunião de secretariado, no fim da manhã desta quinta-feira (1º de abril), que fará um governo voltado para o desenvolvimento do Estado como foi o governo Blairo Maggi. Ele pediu rigor absoluto na execução orçamentária de cada órgão, equilíbrio fiscal e que gastem somente aquilo que se arrecadar …

01/04/2010 20:20



O governador Silval Barbosa informou, na primeira reunião de secretariado, no fim da manhã desta quinta-feira (1º de abril), que fará um governo voltado para o desenvolvimento do Estado como foi o governo Blairo Maggi. Ele pediu rigor absoluto na execução orçamentária de cada órgão, equilíbrio fiscal e que gastem somente aquilo que se arrecadar e que está dentro do planejamento para executar.

“É um ano de fechamento de contas, que precisamos ter o controle interno muito bem apurado e avançarmos somente com recursos em caixa. Nada que não esteja planejado ou que não haja recurso em caixa poderá ser realizado”, argumentou o secretário-chefe da Casa Civil, Eder de Moraes Dias. Equilíbrio fiscal é uma determinação que existe desde o primeiro mandato do governo Maggi que, segundo Eder, “será seguido à risca também no mandato do governador Silval Barbosa”.

Silval Barbosa pediu ainda aos secretários que elenquem todas as prioridades e gargalos dos órgãos para que na segunda-feira (04.04) trabalhem numa solução efetiva de todos estes problemas. “Não é fácil, são muitos problemas que o Estado têm, de uma maneira geral, em função de ser uma máquina grande, mas não podemos deixar com que retraia, tem que seguir a todo vapor e assim será: um governo para frente, ousado e transparente”, assinalou o secretário.

Também na segunda-feira, o governador realiza reuniões específicas com a Saúde e Segurança Pública. Conforme Eder Moraes adiantou, o Estado criará uma espécie de PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Saúde e PAC da Segurança Pública para medidas estruturais e imediatas de forma que a população possa sentir os efeitos do serviço, que o atendimento chegue na ponta.

O Governo buscará com o PAC da Saúde diminuir as filas, fazer um atendimento imediato à população por meio de mutirões e ainda com gabinetes itinerantes pelos bairros de Cuiabá e também no interior do Estado. Para a Segurança, comentou o secretário da Casa Civil, será feito um planejamento das ações imediatas de combate a criminalidade e violência pelo Comando Geral da Polícia Militar e Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp/MT).

“Dar celeridade, pró-atividade e fazer com que isso aconteça de imediato e que a população tenha uma sensação ainda maior de segurança”, conclui Eder Moraes que falou dos investimentos de bilhões na Saúde e Segurança Pública, o que mostra que o Governo é comprometido com essas áreas. “O que precisamos mais é nos comunicar com a população, mostrar aquilo que está sendo feito”, completou.

COORDENADOR

Eder Moraes será o coordenador do secretariado, conforme apresentado nesta primeira reunião. Conforme ele, irá cobrar e estabelecer metas e objetivos em todas as secretarias, além de medir os indicadores de todas elas para cobrar efetivamente aquilo que está planejado. “Para isso estamos colocando um sistema web que interligará as secretarias com o gabinete da Casa Civil, com todas as ações executadas de governo desde 2003 até os dias de hoje”, disse.

A ferramenta disponibilizará um banco de dados com todas as ações do governo, principalmente o que ele fez por um determinado município e ainda a prospecção do que se pretende para aquele Município dentro desse planejamento até 2010.

Secom/MT