Oficina de Musicalização tem início no Pontão Viola-de-Cocho

Mestres populares transmitem o conhecimento acumulado durante muitos anos sobre a viola-de-cocho. A oficina de musicalização teve início nesta segunda-feira (19.04) e se estende até o final do mês. As aulas acontecem na sede do Pontão de Cultura Viola-de-Cocho, localizada Secretaria de Estado de Cultura, na Av. Getúlio Vargas, nº 247. A oficina de fabricação …

19/04/2010 20:00



Oficina de Musicalização tem início no Pontão Viola-de-Cocho

Mestres populares transmitem o conhecimento acumulado durante muitos anos sobre a viola-de-cocho. A oficina de musicalização teve início nesta segunda-feira (19.04) e se estende até o final do mês. As aulas acontecem na sede do Pontão de Cultura Viola-de-Cocho, localizada Secretaria de Estado de Cultura, na Av. Getúlio Vargas, nº 247. A oficina de fabricação da viola-de-cocho começa nesta terça-feira (20.04), no Museu de Pré-História Casa Dom Aquino.

A alegria dos mestres é contagiante e inunda todo o ambiente. É nesse clima de animação que os senhores transmitem o conhecimento paras as pessoas interessadas em aprender a tocar esse tradicional instrumento da cultura cuiabana.

O objetivo desta atividade é transmitir os conhecimentos artesanais ensinando a produção, manipulação e acabamento da viola-de-cocho, instrumento de grande importância para a musicalidade e cultura mato-grossense.

Além da Capital, as oficinas serão realizadas simultaneamente nos municípios de: Acorizal, Barão de Melgaço, Barra do Bugres, Cáceres, Chapada dos Guimarães, Dimantino, Jangada, Nobres, Nova Mutum, Nossa Senhora do Livramento, Poconé, Planalto da Serra, Rosário Oeste e Várzea-Grande.

No município de Diamantino as oficinas devem acontecer entre 11 e 31 de maio. Em Várzea Grande está agendado para ter início no dia 12 de maio e deve se estender até 02 de junho. As datas dos demais municípios ainda não foram agendadas.

A viola-de-cocho é considerada patrimônio histórico imaterial de Mato-Grosso e a sua divulgação como instrumento de conhecimento, estudo e adoração são expressões que configuram o objeto como fator cultural-social de perpetuação e desenvolvimento humano.

Mestres populares transmitem o conhecimento acumulado durante muitos anos sobre a viola-de-cocho. A oficina de musicalização teve início nesta segunda-feira (19.04) e se estende até o final do mês. As aulas acontecem na sede do Pontão de Cultura Viola-de-Cocho, localizada Secretaria de Estado de Cultura, na Av. Getúlio Vargas, nº 247. A oficina de fabricação da viola-de-cocho começa nesta terça-feira (20.04), no Museu de Pré-História Casa Dom Aquino. A alegria dos mestres é contagiante e inunda todo o ambiente. É nesse clima de animação que os senhores transmitem o conhecimento paras as pessoas interessadas em aprender a tocar esse tradicional instrumento da cultura cuiabana. O objetivo desta atividade é transmitir os conhecimentos artesanais ensinando a produção, manipulação e acabamento da viola-de-cocho, instrumento de grande importância para a musicalidade e cultura mato-grossense. Além da Capital, as oficinas serão realizadas simultaneamente nos municípios de: Acorizal, Barão de Melgaço, Barra do Bugres, Cáceres, Chapada dos Guimarães, Dimantino, Jangada, Nobres, Nova Mutum, Nossa Senhora do Livramento, Poconé, Planalto da Serra, Rosário Oeste e Várzea-Grande. No município de Diamantino as oficinas devem acontecer entre 11 e 31 de maio. Em Várzea Grande está agendado para ter início no dia 12 de maio e deve se estender até 02 de junho. As datas dos demais municípios ainda não foram agendadas. A viola-de-cocho é considerada patrimônio histórico imaterial de Mato-Grosso e a sua divulgação como instrumento de conhecimento, estudo e adoração são expressões que configuram o objeto como fator cultural-social de perpetuação e desenvolvimento humano.