Federação de Cururu e Siriri terá sede própria no Fan Park

A valorização e respeito à cultura cuiabana também serão legados da Copa de Futebol Fifa Brasil 2014, em Cuiabá. Conforme anunciou o governador do Estado, Silval Barbosa, na noite dessa terça-feira (04.05), o Festival Cururu e Siriri terá um espaço próprio para o evento dentro do Fan Park que será construído para o Mundial de …

05/05/2010 16:23



A valorização e respeito à cultura cuiabana também serão legados da Copa de Futebol Fifa Brasil 2014, em Cuiabá. Conforme anunciou o governador do Estado, Silval Barbosa, na noite dessa terça-feira (04.05), o Festival Cururu e Siriri terá um espaço próprio para o evento dentro do Fan Park que será construído para o Mundial de futebol na Capital mato-grossense. No local, também funcionará a sede da Federação de Cururu e Siriri.

O Fan Park será construído no local onde hoje está localizado o Parque de Exposições ‘Senador Jonas Pinheiro’, na Avenida Beira Rio. O empreendimento englobará diversos serviços e ainda lojas, praça de alimentação com restaurantes, lanchonetes e bares, cenários para eventos culturais, exposições, e outros espaços de lazer, diversão e entretenimento como o anunciado pelo governador nessa terça.

Silval Barbosa apresentou o esboço do projeto, que será discutido entre a diretoria da Agência Estadual de Execução dos Projetos da Copa do Mundo do Pantanal – Fifa 2014 (Agecopa) e os representantes do setor. Com a previsão da mudança do parque da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) apenas no próximo ano, as obras do Mundial no local começam a partir de 2011, mas, possivelmente, o 9º Festival Cururu e Siriri, em agosto, já será realizado no espaço, que a princípio passará apenas por adaptações.

Cuiabá irá ganhar ainda um teatro. Segundo o diretor de Infraestrutura da Agecopa, Carlos Brito, o governo e a Agência da Copa já buscam parcerias para a construção do tablado também dentro do Fan Park. “A Copa do Mundo em Cuiabá só se justifica com o legado que ficar com a realização dos jogos”, reforçou o governador que foi aplaudido e também parabenizado pelos representantes da cultura cuiabana.

O Cururu e Siriri fazem parte da história cultural da Capital há mais de 200 anos. A presidente da Federação, Domingas Leonor da Silva, lembrou que os ritmos, com canto e dança, estão presentes em 19 municípios mato-grossenses com 58 grupos de Siriri e 48 de Cururu. O Festival Cururu Siriri é um dos maiores projetos da cultura popular cuiabana, realizado há nove anos, na Praça da Tradição, do bairro do Porto, que a cada ano fica pequena para a quantidade de público.

FUNPARK

Entre uma série de obras planejadas para a Copa 2014, em Cuiabá, está um projeto de valorização do Rio Cuiabá e de suas mananciais. O diretor de Assuntos Estratégicos, Yuri Bastos Jorge, adiantou que construirão em Cuiabá um aquário para três mil litros de água, onde funcionará o Centro de Pesquisas do Pantanal, e ainda um Planetário.

Participaram ainda da audiência, o secretário de Estado de Cultura, Oscemário Daltro, o secretário-adjunto Justino Astrevo, diretor de Comunicação e Marketing da Agecopa, Roberto França, deputado estadual Daltinho de Freitas, vereador de Cuiabá Francisco Vuolo, demais diretores da Federação, grupos de Cururu e Siriri de Cuiabá, Várzea Grande, Santo Antonio de Leverger, Nossa Senhora do Livramento e Cáceres, e outros representantes da cultural regional.