Governo reune com presidente da Aneel e pede celeridade em projetos de PCHs para Mato Grosso

O governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, pediu celeridade ao diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, nas análises técnicas de dez pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) que devem ser construídas no rio das Garças na região dos municípios de Alto Garças, Guiratinga e Tesouro. A solicitação foi durante reunião na tarde …

13/05/2010 17:00



O governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, pediu celeridade ao diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner, nas análises técnicas de dez pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) que devem ser construídas no rio das Garças na região dos municípios de Alto Garças, Guiratinga e Tesouro. A solicitação foi durante reunião na tarde desta quarta-feira (12.05) na sede da Aneel em Brasília, em companhia do diretor da empresa Garças S/A, Pedro Paulo Leoni Ramos, responsável pelas obras.

Hubner garantiu que assim que os projetos chegarem terão prioridade pela importância econômica e social que as obras representam para a região. Por outro lado, Silval Barbosa informou que irá pedir agilidade junto à Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) celeridade também nos procedimentos de responsabilidade do Estado.

A expectativa é que as obras gerem em torno de três mil empregos na região, sendo que isto, segundo o governador, “vai proporcionar fomento à economia da região”. Silval ainda destacou que “Mato Grosso vive uma nova fase de desenvolvimento. Pois além de ser grande produtor agropecuário vem se verticalizando na economia com instalações de indústrias”.

Pedro Ramos salientou que as PCHs são usinas que produzem energia mais limpa respeitando o meio ambiente e incentivando o desenvolvimento social. Ele espera que a liberação das licenças saia ainda este ano para que as obras tenham início em 2011.

Acompanharam o governador à Aneel os deputados Welington Fagundes, Valtenir Pereira e o suplente de deputado, Carlos Avalone.
O governador Silval Barbosa visitou ainda o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo Silva.