Carros elétricos: 750 mil vendidos em 2009

No Brasil o assunto ainda é tratado como um projeto, mas no exterior os carros elétricos conquistam o consumidor. A virtude mais exaltada é, naturalmente, o benefício ambiental. Mas há de se reconhecer o conforto e a eficiência dos modelos movidos a energia. Não por acaso, no ano passado, o mercado mundial dos elétricos híbridos …

02/06/2010 11:11



No Brasil o assunto ainda é tratado como um projeto, mas no exterior os carros elétricos conquistam o consumidor. A virtude mais exaltada é, naturalmente, o benefício ambiental. Mas há de se reconhecer o conforto e a eficiência dos modelos movidos a energia. Não por acaso, no ano passado, o mercado mundial dos elétricos híbridos cresceu 46%, consolidando a venda de 750 mil unidades.

E o debate em torno da estrutura preparada para fazer essa frota rodar com maior autonomia e infraestrutura continua.

A ABVE e o INEE realizou ontem, o 7º Seminário de Veículos Elétricos – VE2010. Um evento fechado que acontece como parte do Challenge Bibendum 2010, mas que poderá ser acompanhado ao vivo, pela Internet, através do site www.ve.org.br.

Nessa sétima realização do Seminário de veículos elétricos, os organizadores destacaram três temas que serão debatidos pelos convidados:

Road-Map para Veículos Elétricos No Brasil: análises abrangentes sobre as modificações esperadas na economia, nas indústrias automobilística e de componentes, resultantes da introdução de um acionamento automotivo onde os componentes diferem dos atuais e que, ao mesmo tempo, modificam a estrutura de fornecimento e uso da energia. A ABVE preparou um “Road map” voltado para a realidade brasileira visando informar e integrar todos os atores envolvidos neste processo.

Veículos Elétricos e Redes Elétricas Inteligentes: O VE estacionado (para muitos carros, acima de 90% do tempo) e conectado à rede elétrica, além de carregar a bateria, pode ajudar a melhorar a qualidade da energia elétrica distribuída pela concessionária local.

Veículos Elétricos Híbridos a Etanol: Devido à elevada eficiência intrínseca dos veículos híbridos e o baixo nível de emissões dos motores acionados com etanol é fácil demonstrar que Veículos Elétricos Híbridos a Etanol serão os mais “limpos” do mundo. Por razões óbvias esta possibilidade só pode ocorrer no Brasil. Análises superficiais têm colocado os veículos elétricos como ameaças ao uso do etanol, enquanto uma avaliação das opções de emprego de combustíveis ensejada pelos veículos híbridos mostra que o etanol poderá substituir parcela apreciável do diesel.