Preços de alimentos reduzem IPCA para 0,43% em maio

O mês de maio registrou a menor variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no ano. A taxa ficou em 0,43%, em consequência, principalmente, da desaceleração do preço dos alimentos que passou de 1,45% em abril para uma variação de 0,28% em maio. Até agora, a chuva que atingiu importantes regiões produtoras …

10/06/2010 09:46



O mês de maio registrou a menor variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no ano. A taxa ficou em 0,43%, em consequência, principalmente, da desaceleração do preço dos alimentos que passou de 1,45% em abril para uma variação de 0,28% em maio.

Até agora, a chuva que atingiu importantes regiões produtoras do país transformou o grupo alimentos e bebidas no principal responsável pelas taxas crescentes registradas desde janeiro.

“Os produtores, no período em que o clima está prejudicando a lavoura e a qualidade dos grãos, tendem ou a reter um pouco o estoque a espera de preços melhores ou a terem dificuldades de colocar o produto no mercado. Regularizando o clima, os preços tendem a subir menos”, explicou Eulina Nunes dos Santos, coordenadora dos Índices de Preços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar da queda em maio e do impacto sobre o IPCA, o grupo alimentos e bebidas já acumula alta de 5,48% no período de janeiro a maio. O aumento do produto nesses três primeiros meses já é maior que a variação registrada pelo grupo em todo o ano passado.