Ibope dá empate entre Silval Barbosa e Wilson Santos

Pesquisa realizada pelo Ibope, entre os dias 10 e 13 deste mês, revela que, se as eleições para o Governo de Mato Grosso fossem realizadas hoje, o governador Silval Barbosa (PMDB) e o ex-prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), estariam empatados com 29% das intenções de voto. O empresário Mauro Mendes (PSB) teria 17%. O …

16/06/2010 09:57



Pesquisa realizada pelo Ibope, entre os dias 10 e 13 deste mês, revela que, se as eleições para o Governo de Mato Grosso fossem realizadas hoje, o governador Silval Barbosa (PMDB) e o ex-prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), estariam empatados com 29% das intenções de voto. O empresário Mauro Mendes (PSB) teria 17%.

O levantamento, encomendado pela TV Centro América (Globo/4), mostra que, em relação à primeira pesquisa, divulgada no dia 7 de maio, Silval perdeu dois pontos percentuais, ao passo que Wilson cresceu igual índice. Mauro também  subiu dois pontos.

Confira o desempenho dos principais pré-candidatos ao Governo do Estado, comparando as duas pesquisas:
Pré-candidato                          07/maio       15/junho
Silval Barbosa (PMDB)          31%                 29%
Wilson Santos (PSDB)            27%                29%
Mauro Mendes (PSB)              15%                17%

Foram entrevistadas 812 pessoas, em diferentes cidades de Mato Grosso. A pesquisa foi registrada sob o º 16-12/2010, no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT).

Senado

Na disputa pelas duas vagas no Senado, a pesquisa do Ibope apontou que o ex-governador Blairo Maggi (PR) tem 74% das intenções de voto, seguido de Antero Paes de Barros (PSDB), com 40%; Carlos Abicalil (PT), 28%; e Pedro Taques (PDT), com 11%.

Na última pesquisa, divulgada dia 8 de maio, Maggi tinha 75%, Antero 35%, Abicalil 24% e Taques 9%.

Veja o desempenho dos principais pré-candidatos na disputa pelo Senado:
Pré-candidato                                      08/maio     15/junho
Blairo Maggi (PR)                                 75%                74%
Antero Paes de Barros (PSDB)        35%                40%
Carlos Abicalil (PT)                             24%                28%
Pedro Taques (PDT)                             9%                  11%

A margem de erro das duas pesquisas é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.