Chico Daltro é o vice na chapa de Silval

O deputado federal e ex-secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Chico Daltro (PP), foi confirmado ontem como candidato a vice na chapa encabeçada pelo governador Silval Barbosa (PMDB), que busca reeleição. O anúncio ocorreu em entrevista coletiva concedida depois das 19 horas, após uma série de reuniões, que iniciaram pela manhã, entre os líderes da …

01/07/2010 10:10



O deputado federal e ex-secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Chico Daltro (PP), foi confirmado ontem como candidato a vice na chapa encabeçada pelo governador Silval Barbosa (PMDB), que busca reeleição. O anúncio ocorreu em entrevista coletiva concedida depois das 19 horas, após uma série de reuniões, que iniciaram pela manhã, entre os líderes da aliança PMDB/PR/PT/PP.

“Tenho duas missões. A primeira é honrar o meu partido e a segunda é honrar a coligação somando votos da Baixada Cuiabana. Sinto muita tranquilidade em assumir esta responsabilidade”, disse Chico Daltro, que chegou a oficializar candidatura à Câmara Federal durante a convenção estadual do PP.

Para o governador Silval Barbosa (PMDB), que construiu carreira política no interior do Estado, a escolha do deputado federal “completa a aliança”, já que Daltro possui base eleitoral na Baixada Cuiabana. O parlamentar é tido como uma arma contra os adversários Wilson Santos (PSDB) e Mauro Mendes (PSB), que possuem grande parte do eleitorado concentrado na região.

Embora o nome do parlamentar tenha ganho força nos últimos dias, Silval Barbosa frisou que a escolha do candidato a vice-governador só foi concretizada ontem, por unanimidade. “Como eu sempre disse, a escolha ocorreu através de uma discussão suprapartidária. Todos os partidos aliados tiveram participação”, afirmou o governador.

Além do progressista, Silval contou que outros nomes também foram analisados ontem. Nos bastidores circulou a informação de que a aliança havia feito um apelo ao deputado Sérgio Ricardo (PR) para ocupar a vaga. Ele não teria aceitado o convite para tentar reeleição.

Silval ressaltou ainda que ter um vice-governador do PP aumentaria as chances de liquidar a eleição no primeiro turno. “Trabalhei muito para ter o PP ao meu lado. O partido vem para a majoritária para contribuir muito”, analisou. Antes de aprovar indicativo de apoio à reeleição do peemedebista, o PP chegou a ser cortejado tanto por Wilson Santos quanto por Mauro Mendes.

Cuiabano, Chico Daltro narrou sua trajetória política que inclui dois mandatos de vereador pela Capital, três mandatos de deputado estadual e duas chefias de secretarias na Administração do ex-governador Blairo Maggi (PR). Ele contou que sua relação “de amizade” com Silval Barbosa iniciou na Assembleia Legislativa.

Além de uma solução regional, a coligação aposta que Daltro poderá cooptar votos dos setores populares. Em seu primeiro discurso rumo ao Palácio Paiaguás ele citou sua militância pelo social. “Temos condições e oportunidade de mudar a vida da população de Mato Grosso”, discursou o candidato.

A exemplo dos demais eventos ligados à reeleição de Silval Barbosa, o grupo situacionista compareceu em peso ao anúncio. Estiveram presentes os candidatos ao Senado Blairo Maggi e Carlos Abicalil (PT); os deputados federais Wellington Fagundes (PR), Eliene Lima (PP) e Pedro Henry (PP); e toda bancada estadual da base do Governo.