Vanessa da Mata deu o show na festa

O logo para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, enfim foi revelado ontem. E com a presença de uma nobre mato-grossense, da cidade de Alto Garças. A cantora Vanessa da Mata, que encerrou a cerimônia oficial com um belo show, onde cantou entre seu vasto repertório “Ai, Ai, Ai”, de sua autoria com …

09/07/2010 09:45



O logo para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, enfim foi revelado ontem. E com a presença de uma nobre mato-grossense, da cidade de Alto Garças. A cantora Vanessa da Mata, que encerrou a cerimônia oficial com um belo show, onde cantou entre seu vasto repertório “Ai, Ai, Ai”, de sua autoria com Liminha. A festa foi em evento na África do Sul, o Comitê Organizador Local (COL) apresentou o emblema oficial com celebridades e muita música. A logomarca foi inspirada na própria taça de campeão do mundo da Fifa. O desenho reproduz o troféu com mãos entrelaçadas nas cores verde e amarelo, com 2014 escrito em vermelho – a imagem teve aprovação de notáveis como o arquiteto Niemeyer e a modelo Gisele Bündchen.

Estiveram presentes no evento na África o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente da CBF e do COL, Ricardo Teixeira, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e o presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter. “Agora é hora do Brasil entrar em campo”, declarou Teixeira no discurso de apresentação do logo. “Em 2014, teremos um time de 190 milhões de brasileiros transformando a Copa numa grande festa, com música e alegria. Acreditamos nesse espírito brasileiro. Será uma apresentação impecável e inesquecível”.

Lula também declarou que está muito contente pelo fato de o País receber o evento. “Estamos fazendo uma festa para iniciar outra Copa do Mundo”, afirmou o presidente. “Não serei mais presidente depois de 1.º de janeiro de 2011, mas continuarei brasileiro e vocês poderão contar comigo para ajudar no que for necessário. Vamos fazer a melhor Copa de todas”.

A Fifa prevê arrecadar R$ 2,8 bilhões só com a venda do emblema e dos direitos comerciais – recorde para os cofres da entidade. “O samba brasileiro dará um ritmo diferente ao africano”, declarou Blatter. “Estamos felizes por realizar uma Copa na América do Sul. Tudo o que o futebol fez na África também fará no Brasil”.

A cerimônia na África no Sul marca o início da contagem regressiva para a Copa no Brasil. De acordo com os organizadores, tudo está dentro do planejamento, com exceção da definição do estádio de São Paulo para o Mundial.

REGIÕES – Antes do evento, Teixeira afirmou que planeja dividir o Mundial no Brasil em regiões para facilitar o transporte. “Existe uma ideia de dividir o Brasil em quatro regiões para você poder evitar que hajam grandes deslocamentos de torcedores de um lado para o outro, pelas distâncias que nós temos”.

Ao todo, 12 cidades estão definidas para receber jogos do Mundial – são esperados mais de 600 mil turistas. O Rio de Janeiro ficará com o encerramento, no Maracanã. A abertura ainda está indefinida – São Paulo, Rio e Minas brigam pelo primeiro jogo. As cidades que receberão o Mundial são: Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.