Americana atravessa o planeta para salvar filha com leucemia

A história começou há 15 anos, quando a família Cramer, da Califórnia, partiu para a China para adotar uma bebê de pouco mais de um ano de idade. Ela cresceu feliz nos Estados Unidos com dois irmãos, também adotados, mas de famílias diferentes. Agora veio a doença. A adolescente tem leucemia, um tipo de câncer …

15/07/2010 21:41



A história começou há 15 anos, quando a família Cramer, da Califórnia, partiu para a China para adotar uma bebê de pouco mais de um ano de idade. Ela cresceu feliz nos Estados Unidos com dois irmãos, também adotados, mas de famílias diferentes.

Agora veio a doença. A adolescente tem leucemia, um tipo de câncer que afeta as células do sangue. A única chance que ela tem de cura é com um transplante de medula óssea.

A menina precisa de um doador compatível, geralmente um irmão, ou um parente próximo. Por isso, a mãe dela partiu para a China e foi ao orfanato onde a buscou há 15 anos, e está em uma luta emocionante para encontrar algum parente que possa doar a medula.