Maioria de votantes na Capital são mulheres

Cuiabá possui a maior quantidade de mulheres eleitoras do Estado, em números proporcionais e absolutos. É o que revela levantamento realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Na Capital existem 20 mil eleitoras a mais do que eleitores, um número superior aos colégios eleitorais de 123 municípios do Estado. São 203.382 (52,55%) mulheres e 183.307 (43,36%) …

15/07/2010 10:07



Cuiabá possui a maior quantidade de mulheres eleitoras do Estado, em números proporcionais e absolutos. É o que revela levantamento realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Na Capital existem 20 mil eleitoras a mais do que eleitores, um número superior aos colégios eleitorais de 123 municípios do Estado. São 203.382 (52,55%) mulheres e 183.307 (43,36%) homens em Cuiabá com direito a voto – um percentual mínimo não informou o sexo. Cuiabá tem o maior colégio eleitoral de Mato Grosso, com 386.991 ou o correspondente a 18,46% do total de 2.095.825 de eleitores.

Os dados também mostram que no total oito cidades têm o domínio das mulheres em relação ao número de votantes. Araputanga, Barra do Garças, Cáceres, Mirassol D’Oeste, Rondonópolis, Tangará da Serra e Várzea Grande, além de Cuiabá, confirmam maioria feminina. O quadro aponta ainda que o número de eleitores de Mato Grosso cresceu 5%, já que eram 1.903.130 de votantes em 2008.

Em Araputanga, o eleitorado feminino soma 5.794 de um total de 11.559 eleitores. As mulheres também são maioria em Cáceres, contabilizando 30.658 votos ao lado de 30.143 votos masculinos. O universo feminino ganha proporções de destaque também em Barra do Garças, com 20.788 votos e total de 19.973 eleitores do sexo masculino. Em Mirassol D’Oeste a classe feminina é mapeada com 9.275 votos num quadro que contabiliza 9.257 votos de homens. Em Várzea Grande, que confirma o posto de segundo colégio eleitoral do Estado com 168.258 votantes, as eleitoras somam 86.475 e 81.727 homens.

Rondonópolis, terceiro maior colégio eleitoral com 131.334 eleitores, 66.990 são mulheres e 64.243 homens. Tangará da Serra possui 28.725 votos femininos e 28.666 masculinos.

Mesmo com destaque no cenário global do processo eleitoral, as mulheres ainda fazem parte de um quadro que conta com pequena representatividade na política. Este ano, a maioria dos partidos de Mato Grosso encontrou extrema dificuldade para preencher a cota de 30% de espaço nas chapas reservado à classe feminina. Algumas legendas têm investido no processo de formação de novas líderes, através da implementação de núcleos específicos que trabalham políticas para a mulher, caso de DEM, PSDB e PMDB.

De posse dos novos números, o Tribunal Regional Eleitoral promove alterações em relação à estrutura para as eleições de 2010. Conforme o coordenador de Sistemas Eleitorais da Corte, Salomão de Souza Fortaleza, o pleito deste ano contará com 6.600 seções eleitorais. Os dados preliminares apontam aumento de aproximadamente 12% em relação a 2008, que contou com 5.811 seções. Os números podem sofrer alterações até a data da eleição.

O levantamento aponta ainda que os municípios de Sinop, Cáceres e Tangará da Serra também se sobressaem em razão do número de eleitores, ficando atrás apenas dos três maiores colégios eleitorais. Cáceres contabiliza total de 60.828 eleitores, Sinop, 75.698 e Tangará da Serra, 57.393.